Lives

O próprio Bolsonaro criou o cenário desfavorável ao governo’, diz senador Veneziano Vital

Crédito: IstoÉ

O senador Veneziano Vital do Rêgo (MDB-PB) participou da live de IstoÉ nesta terça-feira (16). O parlamentar traçou um cenário turvo sobre o enfrentamento conduzido pelo governo federal contra a pandemia do Coronavírus, fez uma análise da aprovação da PEC Emergencial, falou sobre reformas e a situação econômica do País.

“Não existe um projeto de economia do governo Bolsonaro nem para agora e nem para o futuro do Brasil”, diz.

Dono de uma retórica sofisticada, Veneziano ocupa a primeira vice-presidência do Senado, fez duras críticas ao governo federal na gestão da crise sanitária. Conterrâneo do novo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, Veneziano avalia que o novo ocupante da pasta da Saúde começou mal ao afirmar que a política do ministério não será desenhada por ele, mas uma continuidade do pensamento do presidente da República.

“Se não fosse uma desastrosa, criminosa, absurda, ineficaz e ineficiente condução do governo federal, poderíamos ter evitado as centenas de milhares de mortes”, critica.

Para o parlamentar da Paraíba, o Brasil precisa ser reconstruído tanto nas relações internacionais como internamente.

“Não há no horizonte perspectivas para que nós tenhamos um conjunto de medidas que possam modificar o cenário político”, começa.

“Cada dia o Brasil vai ampliando o fosso que separa os que tudo tem dos que nada tem. Vamos continuar a ter, em progressão geométrica, um número maior de brasileiros desvalidos”, completa.

Com os olhos voltados para 2022, Veneziano Vital do Rêgo argumenta que a postura bélica do presidente da República até poderia ser uma estratégia eleitoral interessante de Bolsonaro, se não fosse a decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin de anular as condenações de Lula, que colocou o petista novamente na corrida eleitoral.

“Bolsonaro continua sendo um presidente para um nicho do eleitorado, mas a chegada do Lula muda tudo. Muitos dos candidatos que se apresentaram até dez dias atrás não devem nem mais postular a candidatura presidencial. Essa disputa esquerda contra direita favorece ao Lula”, conclui.

Veja também
+ Joice Hasselmann aparece com fraturas e diz acreditar ter sido vítima de ‘atentado’
+ Pintor é expulso de rodízio por comer 15 pratos de massa; assista
+ ‘Transo 15 vezes na semana’, diz Eduardo Costa ao revelar tratamento por vício em sexo
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago