O misterioso voo de Ricardo Salles

Crédito: DIDA SAMPAIO

MINISTRO MOTOSSERRA Em meio às acusações de proteger madeireiros, Salles faz voo suspeito (Crédito: DIDA SAMPAIO)


O ministro Ricardo Salles foi flagrado no último dia 26 de março fazendo um voo muito suspeito: embarcou, no Campo de Marte, em um helicóptero da empresa MMO Marketing Esportivo, acompanhado de duas mulheres. O voo aconteceu durante o expediente do ministro, mas a viagem não foi custeada pelo ministério, dando a entender que foi paga pela MMO.

Processos

A MMO é de José Carlos Kucharsky, que responde a 17 processos na Justiça. No mínimo, foi uma viagem de alto risco. Salles já foi processado por receber propinas de mineradoras quando foi secretário do Meio Ambiente de Alckmin. Embora não tenha sido condenado nesse caso, agora o ministro é acusado de receber “vantagens” de madeireiros do Pará.

Veja também
+ Sabrina Sato mostra corpo musculoso em clique na floresta
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Conheça a eficácia de cada vacina no combate à Covid-19
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Lázaro Barbosa consegue fugir de novo da polícia após tiroteio
+ Gracyanne Barbosa dança pole dance com novo visual
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Após processar nora, mãe de Medina a acusa de ter destruído sua casa; veja fotos
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Fondue de chocolate com frutas fácil de fazer
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago



Mais posts

Ver mais

Copyright © 2021 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.