ISTOÉ Gente

DJ Alok, o líder da tribo eletrônica

Crédito: Divulgação

Em 2014, enquanto passava por uma grave depressão, o DJ Alok decidiu fazer uma visita à aldeia de yawanawá, no Acre. Durante uma sessão de ayahuasca, também conhecida como “chá de Santo Daime”, teve uma visão: “O futuro é ancestral”, interpretou. Oito anos depois, ele tornou a mensagem real. As canções do seu primeiro álbum, que será lançado ainda no primeiro semestre, terão letras escritas em línguas indígenas graças a uma parceria que o DJ formou com lideranças de 12 etnias. “Ressignifiquei muita coisa. Estava preocupado em procurar uma fórmula que funcionasse nas rádios, enquanto os indígenas estavam fazendo músicas que curam”, diz. Apesar de ainda não ter definido o nome da produção, Alok já apresentou duas canções no Global Citizen, festival que arrecada doações para o combate à pobreza mundial. Umas delas é Sina Vaeshu, que fala sobre um curandeiro que pede atenção aos seus ensinamentos.

Simplesmente uma bilionária

Divulgação

Norueguesa, amazona e apaixonada por cachorros: é dessa maneira simples e comum que a jovem mais rica do mundo se descreve. Alexandra Andresen, de 25 anos, herdou, junto com sua irmã mais velha, 42% da empresa de investimentos de seu pai, Johan Andresen Jr. Estima-se que seu patrimônio liquido gira em torno de US$ 1,3 bilhão (cerca de R$ 6 bilhões). Em entrevista recente, Alexandra contou que economizava todo o dinheiro que seus pais lhe davam, entre mesadas e presentes de aniversário, para comprar coisas sem precisar justificá-las para eles. Outra curiosidade: ela não tem automóvel próprio e usa apenas carros alugados. Nas redes sociais, porém, a vida modesta dá lugar a extravagância e ao luxo, com fotos de festas e viagens internacionais nababescas.

A adulta da família Medina

Divulgação

Pela primeira vez, Simone Medina, mãe do surfista Gabriel Medina, decidiu abrir o jogo e falar sobre a situação com seu filho e o relacionamento dele com a modelo Yasmin Brunet. Segundo ela, a crise familiar começou quando ela teria dito que sabia que “o casamento dos dois não teria futuro”. Nenhum membro da família – nem a própria mãe – recebeu convite para a festa. “Era meu sonho ver meu filho se casando”, desabafou. Ela vendeu o Instituto Gabriel Medina por um preço três vezes abaixo do normal. “Não vou brigar com Gabriel por causa de dinheiro. Aceitei o valor que ele ofereceu, mesmo sabendo que valia muito mais.” Ela segue bloqueada nas redes sociais. “Alguém tinha que ser a adulta da história. Acho que ele está no tempo dele, e precisa ser respeitado”, disse.

Doutor Quem

Tolga AKMEN / AFP

A tradicional série britânica Doctor Who vai inovar novamente: pela primeira vez desde que foi lançada, em 1963, terá um “time lord” negro. O ator escolhido vive na Escócia, mas nasceu em Ruanda, na África. Ncuti Gatwa (Sex Education), de 29 anos , será o 14º mestre do tempo. “Cada um dos meus antecessores incrivelmente talentosos lidou com essa responsabilidade e privilégio único com o máximo cuidado. Vou me esforçar para fazer o mesmo”, afirmou Gatwa. Na última temporada, a produção britânica da BBC já tinha surpreendido os fãs ao abraçar a primeira mulher como Doctor Who, papel que ficou a cargo de Jodie Whittaker. Em 2023, a série completa 60 anos.

Superação sem limite

Fabio Rocha

Ele não venceu o Big Brother Brasil em 2002, mas a carreira do esportista Fernando Fernandes mudou quando ele saiu da casa. O boxeador amador deixou o programa e passou a estrelar campanhas como modelo para marcas como Dolce & Gabbana e Abercrombie & Fitch. Havia, no entanto, um processo de superação em seu caminho: em 2009, um acidente o deixou paraplégico. Fernando se reinventou e virou um grande paratleta – é, inclusive, tetracampeão mundial na paracanoagem. Hoje, o amante de esportes radicais voltou à TV como apresentador da nova temporada de No Limite, na Globo. Apesar dos elogios à frente da atração, a audiência ainda deixa a desejar – essa é mais uma prova de superação que Fernando terá de enfrentar.

Um lapso de felicidade

Divulgação

Após ser inocentado pelo tiro que matou a diretora de fotografia, Halyna Hutchins, no set de filmagens de Rust, o ator Alec Baldwin e a mulher, Hilaria, têm motivo para driblar a tristeza. Eles revelaram que esperam o sétimo filho do casal – o oitavo do artista. O bebê, que será uma menina, é a primeira tentativa de Alec e Hilaria após ela abortar espontaneamente duas vezes em 2019 – a última, em novembro, o bebê já tinha quatro meses. “Não vejo a hora de te conhecer, minha filha”, escreveu a mamãe pelas redes sociais.