O governo Bolsonaro tem sido inábil, diz senadora

Crédito: Roque de Sá

Eliziane Gama, Senadora (Cidadania-MA) (Crédito: Roque de Sá)


A coluna conversou com a senadora Eliziane Gama, do Cidadania (MA). Ela comenta a demora do governo em tomar atitudes para ajudar a população mais vulnerável e a relação com o Congresso.

Por que o governo demora a adotar as medidas aprovadas no Congresso?
O governo tem sido inábil. Falta gestão, logística e, sobretudo, liderança de Bolsonaro. Demorou dias para sancionar a renda básica emergencial no valor de R$ 600.

O governo tem tratado a crise do coronavírus com descaso?
O Planalto minimizou a gravidade da situação. Desde fevereiro, já se sabia que o mundo entraria em crise, mas o presidente só iniciou a busca pela manutenção de um benefício mínimo aos brasileiros depois que o Congresso assumiu a tarefa.

A senhora prevê um agravamento da crise social em função dessa letargia?
A crise pode se agravar ainda mais, na medida em que o governo demore no atendimento ao povo mais carente.


+ Atleta de Jiu Jitsu morre aos 30 anos de Covid 15 dias após perder o pai pela doença
+ Após ameaças, soldada da PM denuncia coronel por assédio sexual
+ Mulher morre após ingerir bebida alcoólica e comer 2 ovos



Veja também

+ Canadá anuncia primeira morte de pessoa vacinada com AstraZeneca no país
+ Yasmin Brunet comemora vitória de Gabriel Medina
+ Decifrado código dos Manuscritos do Mar Morto
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Receita de moqueca de peixe simples e deliciosa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS


Mais posts

Ver mais

Copyright © 2021 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.