O falso anão de Bolsonaro

Crédito: Reprodução

(Crédito: Reprodução)

Confundir criança com anão não é grave. Nem jogar anão no chão quando a gente descobre que ele é uma criança impostora. Isso é apenas autodefesa. Grave é um anão se fazendo passar por criança para pegar carona do colo do presidente. Neste caso do “anão impostor” sou totalmente solidário com Bolsonaro.

+ SP deve receber cinco milhões de doses de vacina chinesa em outubro, diz Doria

Com a aprovação no máximo e o conflito no mínimo, o presidente está desfrutando dos melhores momentos da sua presidência. Nesse estado de graça seus detratores jogam mais sujo que nunca, procurando denegrir a imagem presidencial. O falso anão é pior que fake news. Mais falso que pai de pai de santo. Por favor?!

Presidente carregando anão como se fosse criança? É mais incrível que Santo de óculos, que Roberto Carlos de bermuda. Filho de prostituta chamado Júnior. Japonês favelado (ou de cabelo duro) Flamengo ganhando o penta, botafoguense que não chore o tempo todo ou o Corinthians ganhar uma Libertadores.

Presidente carregando anão no colo é tão fora… Você já viu Chester vivo? Nerd gostosa? Nerd gostoso? Administrador bonzinho? Mico Azul? Entrevistado do Ibope? Político honesto? Dercy Gonçalves quando era jovem? Lula sem barba? Palestino virar Judeu? Loira Inteligente? Coelho de olho azul? Pastel de carne de porco? Beliche de casal? Mendigo careca? Tá de sacanagem!

Bolsonaro pegando anão pensando que era criança é tão impossível que não dá para acreditar, viu? Acredita em salário que dure até ao final do mês? Mais fácil seria encontrar uma imagem de um santo ou um anjo trabalhando ou acreditar que os Estados Unidos entravam em falência económica (exceto em 1929 e 2008). Acredita que o Sílvio Santos pode ser pobre? Ou que o Internet Explorer é melhor que o Firefox? Desculpa, mas não dá….

O presidente confundir apoiador baixote com neném de terno e máscara é mais extravagante que achar ex-corno, ex-viado ou ex-emo. Mais inacreditável que genro com retrato de sogra na carteira, manual de instrução para fusca ou baiana de acarajé ser assaltada no Carnaval.

Já viu cabeça de bacalhau? Não né? Gêmeos Negros? Papel higiênico em banheiro público? Orkut de rico? Previsão da Mãe Dinah dar certo? Ser fiel até que a morte os separe? Uma japonesa vesga? Abridor de lata para canhoto…. e quer mesmo acreditar em presidente confundindo anão com guri?

Se continuar insistindo vai encontrar mulher que nunca teve enxaqueca, trevo de quatro folhas, alguém se virar (mesmo) do lado do avesso ou uma pedra dura furada por água mole.

Tu já viu político pobre? Humildade no STF? Cão chupando manga? Cego se olhando no espelho? Vai tomar banho…

Veja também

+ Após foto “com volume” ser derrubada no Instagram, Zé Neto republica imagem usando bermuda

+ Jovem é suspeita de matar namorado com agulha de narguilé durante briga por pastel

+ Baleia jubarte consegue escapar de rio cheio de crocodilos na Austrália

+ MasterChef: mesmo desempregado, campeão decide doar prêmio

+ Morre mãe de Toni Garrido: “Descanse, minha rainha Tereza”

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Último superjumbo Airbus A380 é montado na França

+ Arqueólogo leva 36 anos para montar maquete precisa da Roma Antiga

+ Senado aprova alterações no Código de Trânsito Brasileiro

+ Por que não consigo emagrecer? 7 possíveis razões

+ O que é pior para o seu corpo: açúcar ou sal?

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea


Sobre o autor

José Manuel Diogo é autor, colunista, empreendedor e key note speaker; especialista internacional em media intelligence,  gestão de informações, comunicação estratégica e lobby. Diretor do Global Media Group e membro do Observatório Político Português e da Câmara de Comércio e Indústria Luso Brasileira. Colunista regular na imprensa portuguesa há mais de 15 anos, mantém coluna no Jornal de Notícias e no Diário de Coimbra. É ainda autor do blog espumadosdias.com. Pai de dois filhos, vive sempre com um pé em cada lado do oceano Atlântico, entre São Paulo e Lisboa, Luanda, Londres e Amsterdã.


Mais posts

Ver mais

Copyright © 2020 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.