Economia

O Coliseu instala desfibriladores para lidar com ataques cardíacos

Uma fundação italiana que promove a prevenção de doenças cardíacas ofereceu nesta quinta-feira quatro desfibriladores ao Coliseu de Roma, o monumento mais visitado do país, onde cerca de 25 turistas sofrem ataques cardíacos por dia.

Com até 25.000 visitantes por dia e “em média um ataque cardíaco a cada 1.000 visitantes, o Coliseu é um lugar de risco”, disse à AFP Vicenzo Castelli, presidente da Fundação Giorgio Castelli, que promoveu a iniciativa.

Além dos quatro desfibriladores, que foram colocados perto da bilheteria e da livraria, a fundação realizou um treinamento de primeiros socorros com 46 empregados do Coliseu.

O número de visitantes do monumento dobrou nos últimos 20 anos, em parte devido ao sucesso do filme “Gladiador”, de Ridley Scott, lançado em 2000.

De acordo com dados do Ministério da Cultura, o Coliseu recebeu 2,8 milhões de visitantes em 1998, 4,7 milhões em 2008 e 6,5 milhões em 2015.


+ Advogada é morta e tem corpo carbonizado no Rio de Janeiro
+ Morre Liliane Amorim, influencer de Juazeiro do Norte, após complicações da realização de lipoaspiração

ljm/fcc/at/str/ra/db

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ 7 tendências de design de interiores que vão bombar em 2021
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

Tópicos

Itália saude turismo