Gente

O anel de Meghan

Crédito: Samir Hussein

Como todo realeza, também a britânica coleciona jóias. A última adquirida é o anel que a duquesa de Sussex, Meghan Markle, ostentou na parada “Trooping the Colour”, que marcou a celebração do aniversário da rainha Elisabeth II — ela fez 93 anos, aniversariou no dia 21 de abril, mas as comemorações ocorreram no começo de junho quando o frio se faz mais ameno. Batizado de “anel da eternidade” e com diamantes incrustados, Meghan o ganhou de presente do príncipe Harry.

O trabalho como diversão

JOÃO RAPOSO

Projetos é o que não falta na vida do ator Dalton Vigh. Além de três filmes, ele também estará na série de televisão “A Divisão”, no canal Multishow. Um de seus segredos para trabalhar sem estresse é fazer da atividade profissional uma diversão. E querem saber onde ele mais se diverte? É na novela infantojuvenil do SBT “As Aventuras de Poliana”, que completa um ano no ar. Além de atuar com a cadela Allure, Dalton adora ver o profissionalismo dos adolescentes com os quais contracena. Ele está com 54 anos, e uma de suas boas surpresas no intervalo das gravações foi ouvir essa turma muito mais jovem cantando músicas de sua geração — entre elas, sucessos da banda “Earth, Wind and Fire”

Muito mais que uma revista

Divulgação

Uma das fundadoras da revista “Trifatto”, a administradora de empresas Cristiane Teixeira valeu-se de seus doze anos de experiência no mercado editorial para se colocar em um voo solo: a revista “Trinova”. Lançada em maio e com a importante consultoria de marketing de seu noivo, o publicitário Elsinho Mouco (ambos na foto), a publicação já se tornou um dos principais títulos no mercado desse setor na cidade paulista de Piracicaba e de toda a região.

Por que o nome é “Trinova”?
Na numerologia, três é o número da comunicação. O “tri” sempre me acompanha, até minha filha nasceu em um dia 3. Já tive três franquias da “Tribo dos Pés”. É uma simbologia na minha vida.

Qual é o público da revista?
Público das classes A e B, das cidades paulistas de Piracicaba, Rio Claro, Limeira e Americana. Como sou de Piracicaba, tenho uma rede de contatos muito forte na região. A distribuição é gratuita para os melhores condomínios, além de hospitais, clínicas, academias e restaurantes. E temos a distribuição digital.

Qual é a proposta da revista?
Tem foco minimalista e inovador, tudo desenhado para o momento contemporâneo. São matérias atemporais que navegam pela cultura, economia, comportamento, saúde, beleza, arquitetura. É mais que mídia impressa, é a ativação de relacionamento e network.

O sucesso da plateia vazia

Divulgação

Parece mentira a história de sucesso do cantor sertanejo Gabriel Smaniotto. Ele postou em seu Twitter o vídeo de um show em Foz do Iguaçu. Nele apareciam, na plateia, apenas seus pais e a seguinte legenda: “Obrigado pai e mãe por serem meu único público no show de ontem (e os bombeiros)”. O vídeo viralizou e em poucos dias Gabriel já estava participando de um programa de televisão. Mais: ganhou a solidariedade de diversos artistas, como Marília Mendonça e Fernando e Sorocaba, que estão divulgando o seu trabalho.

O sonho de Rihanna

Divulgação

A cantora Rihanna está afastada dos palcos há três anos, mas se prepara para lançar em breve um aguardado álbum de reggae. O distanciamento da carreira é por um bom motivo: ela está se dedicando às suas empresas de moda e maquiagem e à vida pessoal. O namoro com o bilionário empresário saudita, Hassam Jameel, está a mil maravilhas. Ela revela: “mais que tudo na vida, quero ser mãe”.

O primeiro Tony a um cadeirante

Theo Wargo

A atriz Ali Stroker, 31 anos, foi a primeira cadeirante a receber um Prêmio Tony, considerado o “Oscar do palco”, por sua performance no musical “Oklahoma”. Ela, que participou da série Glee, chamou a atenção para a importância da acessibilidade não só nas plateias dos teatros da Broadway, mas, também, em seus bastidores. Aplaudida de pé, Ali dedicou o prêmio a todas as crianças que possuem alguma “deficiência, limitação ou desafio”.