Em Cartaz

O amor fragmentado

“Foi como se a Coreia do Sul e a Coreia do Norte abrissem suas fronteiras e se reunificassem”. É assim que uma das personagens da peça “A Reunificação das Duas Coreias” define um de seus encontros amorosos

O amor fragmentado

“Foi como se a Coreia do Sul e a Coreia do Norte abrissem suas fronteiras e se reunificassem”. É assim que uma das personagens da peça “A Reunificação das Duas Coreias” define um de seus encontros amorosos. E é por isso que o texto do dramaturgo francês Joël Pommerat leva esse título também na montagem dirigida por João Fonseca, em cartaz no Rio de Janeiro até 28/8. Com sensibilidade e agilidade, os atores Louise Cardoso, Bianca Byington, Solange Badim, Marcelo Valle, Gustavo Machado, Verônica Debom e Reiner Tenente se revezam em 46 personagens que protagonizam as 20 histórias independentes que compõem o espetáculo. Cenas fragmentadas que, unidas, falam sobre os encontros, desencontros e reencontros do amor.