ISTOÉ Gente

‘Nunca houve violência’, diz ex-mulher de Tom Veiga negando agressão contra ele

Crédito: Reprodução/Instagram

Tom Veiga e Cybelle Hermínio (Crédito: Reprodução/Instagram)


As polêmicas envolvendo a morte de Tom Veiga não param de ganhar mais capítulos. Após ser acusada de ter agredido o ator que deu vida ao boneco Louro José, do programa ‘Mais Você’, da TV Globo, Cybelle Hermínio da Costa, a última ex-mulher de Tom, publicou um vídeo na rede social negando as acusações graves.

“Minha relação com Tom sempre foi muito carinhosa, brincalhona e amorosa. Nunca houve nenhum tipo de violência de nenhuma das partes. A gente tinha briga normal, como todo casal, mas nada que fugisse do controle. Sempre tive uma relação muito boa com os amigos. Me surpreende porque eu tenho mensagens deles, tenho arquivo de grupos que a gente participava juntos. Então, eu desconheço completamente essas coisas que estão sendo faladas”, disse ela, que aparece ao lado do seu advogado.

“Minha relação com Tom sempre foi muito carinhosa, brincalhona e amorosa. Nunca houve nenhum tipo de violência de nenhuma das partes. A gente tinha briga normal, como todo casal, mas nada que fugisse do controle. Sempre tive uma relação muito boa com os amigos. Me surpreende porque eu tenho mensagens deles, tenho arquivo de grupos que a gente participava juntos. Então, eu desconheço completamente essas coisas que estão sendo faladas”, disse Cybelle em um vídeo em que aparece ao lado do seu advogado.

E finaliza dizendo: “Houve uma briga de um casal, como qualquer outra, em meio a uma pandemia, e eu fui para a casa da minha mãe respirar um pouco. Nunca houve data de assinatura de divórcio. Então, diante disso, de envenenamento… É um absurdo o que estão falando. Nunca houve nada disso. Desconheço completamente aquelas marcas e fotos que estão sendo circuladas nas mídias. Nunca houve nada disso, tanto que não tem B.O. registrado, não tem medida protetiva, não tem corpo de delito. Eu confio na lei, na Justiça e no laudo do IML.”

Além de Cybelle, Edson Sobrinho, seu advogado, fala da existência do inventário/testamento deixado por Tom Veiga e destaca que todo o processo corre em segredo de Justiça: “Estamos trabalhando no caso para trazer a verdade processual e proteção jurídica a todos os interessados, inclusive os filhos. Temos que ter uma atenção especial com os filhos, não só com a Cybelle. Por isso o processo corre hoje em segredo de Justiça. Tem uma atenção no Ministério Público que também vai ajudar na apuração de todas essas alegações que estão vindo na mídia. Mas o que a gente não pode concordar é com tudo que vem sido veiculado, que só vem trazendo só mais sofrimento tanto para a Cybelle quanto para os filhos dela. Essas alegações que estão sendo feita: de exumação de corpo, de forçação de casamento através de doação de bens, nunca houve isso. Isso tudo vai ser analisado dentro do processo”, disse ele, pedindo para que os internautas parem com os julgamentos e ataques à sua cliente.


+ Pastor é processado por orar pela morte de Paulo Gustavo
+ Vídeo: Aluno é flagrado fazendo sexo durante aula da UFSC
+ Ao preço de US$ 1.600 por kg, carne Ozaki é a mais cara do mundo



Entenda o caso:

No  dia 1º de novembro do ano passado, Veiga foi encontrado morto em sua casa no Rio de Janeiro. Segundo o laudo do IML, a causa do falecimento dele teria sido AVC (Acidente Vascular Cerebral). Familiares do artista dizem que, Cybelle Hermínio, teria conseguido que ele fizesse um testamento incluindo ela, com direito a uma pensão de R$ 18 mil. O artista teria tentado retirar o nome da ex do inventário, mas acabou morrendo 20 dias depois.

Uma funcionária de Tom Veiga, que trabalhou para ele durante pouco mais de um ano, testemunhou situações bem tensas entre o casal. Ela prestou depoimento no 15º Serviço Notarial da Barra da Tijuca, no dia 4 de dezembro de 2020. Josilene afirmou que Tom a via como uma pessoa “de grande confiança, inclusive confidenciando assuntos de sua vida pessoal”. A funcionária contou que em 4 de setembro de 2020, dois meses antes da morte do ator, ele teria levado uma “surra” da esposa, que partiu para cima dele com uma garrafa de vinho quebrada. Com medo de morrer, Tom fugiu da casa dos dois legando apenas um short e os documentos.

Alessandra Veiga, também ex-esposa de Tom, tem seu celular fotos de vários hematomas, arranhões e machucados, que ele a enviou por mensagens, comprovando as agressões sofridas por Cybelle. “No dia 4 de outubro, depois de a gente se falar por vários motivos e assuntos, o Tom me abordou meio diferente e falou que nunca tinha me falado o motivo da separação dele dessa moça. Aí, ele me mandou as fotos da agressão e a partir dali os áudios. Disse que tinha muita vergonha, que estava se sentindo um lixo, se sentindo mal, à base de calmantes, com muita vergonha. Ele me contou, está nos áudios, que foi agredido depois de uma briga boba”, disse Alessandra.

Após todas essas especulações, a família de Veiga quer exumar o corpo do ator após suspeitarem de que ele teria sido envenenado.

Assista ao vídeo:

Instagram will load in the frontend.

Veja também

+ Receita de bolinho de costela com cachaça
+ Gabriel Medina torna-se alvo de sites de fofoca
+ Cientistas descobrem nova camada no interior da Terra
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Receita de moqueca de peixe simples e deliciosa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS