Brasil

“PT nunca disse que queria liderar oposição”, diz Gleisi Hoffmann

“PT nunca disse que queria liderar oposição”, diz Gleisi Hoffmann

A presidente do PT, Gleisi Hoffmann - AFP

A senadora e futura deputada federal Gleisi Hoffmann, em entrevista ao UOL, questionou uma possível liderança do PT como oposição ao presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL). A declaração vem após a insatisfação de alguns partidos sobre uma tentativa do PT de se colocar sobre os demais. PDT, PSB e PCdoB já se reúnem para formar uma frente opositora de centro-esquerda.

“Não sei de onde surgiu essa ideia. Nós nunca dissemos que queríamos liderar a oposição”, disse Gleisi.

Para Gleisi Hoffmann, a bancada do PT no Congresso, com 57 deputados e seis senadores, coloca o partido com força. Os 47 milhões de votos obtidos por Fernando Haddad na disputa presidencial, contribuem para esse poder. Apesar disso, ela afirma que ninguém do PT colocou a legenda como líder de oposição. “Nós queremos ajudar a construir essa oposição”, diz a deputada eleita.

Gleisi ainda fez questão de criticar Ciro Gomes (PDT), derrotado no primeiro turno da disputa presidencial, que indicou a vontade de liderar o bloco de oposição a Bolsonaro. “A liderança é um processo de construção, não é de querer. Não sei se ele vai ser o líder da oposição, liderança se constrói”.