O número de mortos pelas chuvas que estão atingindo o estado do Rio Grande do Sul subiu para 95, segundo informações do governador do estado, Eduardo Leite (PSDB-RS), que apresentou um balanço atualizado da tragédia, nesta terça-feira (7), em coletiva de imprensa realizada em Porto Alegre.

Ainda segundo o governo, há registro de 131 desaparecidos e estima-se que o temporal tenha atingido pelo menos 1,4 milhão de pessoas até o momento.

+ Sob temor de desabastecimento, Porto Alegre decreta racionamento de água

“Ainda estamos num período difícil. Já para amanhã, a sala de situação que faz análises meteorológicas aponta uma frente fria que está se deslocando pelo estado e que deve provocar temporais generalizados, em todas as regiões. Atenção para descargas elétricas, granizo e rajadas de vento de até 100km/h. E, à noite, as temperaturas devem despencar. Tem muita gente desabrigada ou até na água ainda e isso é uma preocupação nossa: essas pessoas precisam ser protegidas. Já na noite de amanhã e na quinta-feira, há previsão de temperaturas entre 5 e 11 graus no Centro-Sul e chuva forte no Sul do estado”, informou Leite em comunicado.