Mundo

Número de mortos por desabamento de edifício na Flórida sobe para 78

Número de mortos por desabamento de edifício na Flórida sobe para 78

Socorristas procuram possíveis sobreviventes no edifício Champlain Towers South de 12 andares, que desabou parcialmente em 27 de junho de 2021 em Surfside, Flórida - AFP


O número de mortos no desabamento de um prédio de apartamentos em Surfside, ao norte de Miami, subiu para 78 com quatorze novos corpos encontrados nos escombros, disseram as autoridades locais nesta sexta-feira(9).

“Todos esses 78 deixam para trás familiares e entes queridos devastados”, disse Danielle Levine Cava, prefeita do condado de Miami-Dade.

“A magnitude desta tragédia cresce a cada dia”, disse ela em entrevista coletiva.

Das 78 mortes confirmadas, 47 foram identificadas e 62 pessoas que poderiam estar no prédio na noite em que desabou ainda estão desaparecidas, acrescentou.

Pelo menos três argentinos, três paraguaios, um chileno, um uruguaio, um venezuelano e um uruguaio-venezuelano morreram no colapso.

O complexo Champlain Towers South de 12 andares, localizado na orla marítima a cerca de 20 km do centro de Miami, desabou parcialmente na madrugada de 24 de junho por causas que ainda estão sendo investigadas.

As operações de recuperação de corpos continuaram nesta sexta-feira, depois que os socorristas decidiram encerrar os esforços de busca e resgate de sobreviventes.

“A pilha de entulho que tinha originalmente cerca de quatro andares está quase no nível do solo”, disse Charles Burkett, prefeito de Surfside, cidade de 6.000 habitantes.

Ele elogiou o “progresso incrível” das equipes de socorro, que trabalham 24 horas por dia no local do acidente.

A demolição do restante do complexo que ainda estava de pé, decidida no fim de semana, quando a tempestade tropical Elsa se aproximou da Flórida, melhorou a segurança dos socorristas e permitiu que as equipes avançassem para áreas de escavação anteriormente inacessíveis.

“Localizamos as vítimas em toda a pilha de escombros”, disse o chefe dos bombeiros de Miami-Dade, Alan Cominsky, nesta sexta-feira.

No entanto, ele explicou que os socorristas se concentraram nas áreas das escadas, onde os moradores podem ter ficado presos tentando escapar e, seguindo as plantas dos apartamentos, nos quartos.

Os socorristas encontraram itens pessoais, documentos de identidade, álbuns de fotos, certificados escolares, joias, carteiras, telefones celulares, tablets e armas, que foram guardados para entrega posterior aos familiares.

Veja também
+ Nicole Bahls já havia sido alertada sobre infidelidade do ex-marido
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ ‘Transo 15 vezes na semana’, diz Eduardo Costa ao revelar tratamento por vício em sexo
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago