Esportes

Novo capitão após adeus de Totti, De Rossi renova contrato com a Roma até 2019

Três dias depois da despedida do ídolo Francesco Totti, Daniele De Rossi renovou oficialmente nesta quarta-feira o seu contrato com a Roma por mais duas temporadas. O novo acordo vincula o meio-campista ao clube até 2019 e assegura por mais tempo a continuidade do jogador de 33 anos, que, assim como Totti, defendeu em sua carreira profissional apenas o time romano até hoje, além da seleção italiana.

Com 561 partidas e 60 gols marcados pela equipe desde a sua estreia, em 2001, De Rossi herdará o posto de capitão da Roma, que pertencia a Totti. Aos 40 anos de idade, o ídolo deu adeus ao clube na vitória por 3 a 2 sobre o Genoa, no último domingo, no Estádio Olímpico da capital italiana, onde recebeu uma série de homenagens e se emocionou após ajudar a Roma a conquistar o vice-campeonato italiano e a consequente vaga na fase de grupos da Liga dos Campeões da Europa.

Totti encerrou uma incrível jornada de 25 temporadas pelo time, que ele defendeu em 705 partidas e pelo qual marcou 307 gols. E, ao comemorar a renovação de seu contrato nesta quarta, De Rossi ressaltou que, após a saída do grande ídolo da história do clube, ele não poderia deixar de seguir defendendo a equipe romana.

“Espero que depois das lágrimas do último domingo, os torcedores estejam do nosso lado, apesar do adeus de Totti ter causado abalo (emocional) a todos. Eu tenho pensado sobre isso. Depois que Francesco saiu, eu não poderia sair também. Isso seria um golpe muito duro”, ressaltou De Rossi, em uma conversa nesta quarta com internautas por meio do site oficial da Roma.

Falando sem falsa modéstia, o meio-campista sabe que também se tornou um símbolo do clube ao lado de Totti. Atuando com o craque, ele foi campeão do mundo pela seleção italiana em 2006, na Alemanha, e conquistou três títulos pela Roma (dois da Copa da Itália, nas temporadas 2006/2007 e 2007/2008, e um da Supercopa da Itália 2007). De Rossi também acumula 112 jogos disputados com a camisa da seleção principal do seu país.