Economia

Novo Banco de Desenvolvimento aprova empréstimo de US$ 1 bi para Brasil

O Novo Banco de Desenvolvimento (NBD) vinculado aos BRICS aprovou um empréstimo de US$ 1 bilhão para o governo brasileiro. Os recursos serão usados pelo Ministério da Cidadania para pagar parte da prorrogação do auxílio emergencial de R$ 600 a trabalhadores informais e desempregados.

“O objetivo do empréstimo é apoiar o Governo do Brasil no fortalecimento das redes de segurança social e endereçar os impactos socioeconômicos imediatos decorrentes do surto de covid-19, particularmente na população mais vulnerável do Brasil, que foi fortemente impactada pelo novo coronavírus”, detalha o projeto da operação.

De acordo com o NBD, o desembolso do empréstimo será feito de maneira integral em uma parcela e o prazo da operação vai até 31 de maio de 2021.

Essa é a quarta operação de crédito do NBD para os países membros dos BRICS para ajudar em ações voltadas ao enfrentamento dos impactos da pandemia. China, Índia e África do Sul também receberam créditos US$ 1 bilhão do banco para financiar medidas emergenciais. Dentre os membros do grupo, apenas a Rússia ainda não acessou esse financiamento.

Veja também

+ Grave acidente do “Cake Boss” é tema de reportagem especial

+ Pudim japonês não tem leite condensado; aprenda a fazer

+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"

+ MG: Pastor é preso por crime sexual e alega que caiu em tentação

+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev

+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por desconto de até 50% na parcela

+ Educar é mais importante do que colecionar

+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

+ Raro fenômeno da lua azul ocorrerá durante o Halloween, saiba o significado

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Mulher sobe de salto alto montanha de 4 mil metros

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago