Esportes

Nos pênaltis, 4 de Julho elimina o Cuiabá e avança na Copa do Brasil

Gavião segura a pressão do Dourado, leva a melhor nas cobranças e faz história na competição

Nos pênaltis, 4 de Julho elimina o Cuiabá e avança na Copa do Brasil

Em confronto válido pela segunda fase da Copa do Brasil, 4 de Julho e Cuiabá entraram em campo na noite desta quinta-feira, no estádio Municipal Lindolfo Monteiro, em Teresina, Piauí.

Após um 0 a 0 no tempo normal, com direito a muito equilíbrio, a decisão foi para os pênaltis. Nas cobranças, a equipe de Flávio Araújo levou a melhor pra cima dos visitantes, garantindo assim sua vaga na terceira fase da competição.

INÍCIO DE JOGO DISPUTADO

Mesmo jogando fora de casa, a equipe do Cuiabá, era considerada favorita para o duelo. Com o gramado do Lindolfo Monteiro bastante irregular, o 4 de Julho tentou dificultar as coisas para os visitantes, fazendo uma marcação forte nos primeiros momentos.

Sem finalizações até então, o Dourado acabou tendo uma baixa logo no começo. Aos 10 minutos, Alberto Valentim fez sua primeira substituição ao tirar o lesionado Elton para colocar em seu lugar Josiel.


+ Atleta de Jiu Jitsu morre aos 30 anos de Covid 15 dias após perder o pai pela doença
+ Após ameaças, soldada da PM denuncia coronel por assédio sexual
+ Mulher morre após ingerir bebida alcoólica e comer 2 ovos



CONFRONTO ANIMA E EQUIPES FINALIZAM MAIS

Vendo o tempo passar, os dois times não queriam saber de manter o placar zerado em Teresina. Sendo assim, buscando o ataque, os visitantes assustaram o goleiro Jaílson em uma chegada por parte de Rafael Gava, que acabou parando nas mãos do camisa 1.

Por outro lado, o Gavião não ficou para trás. Momentos depois, conseguiu chegar por três vezes, sendo na primeira com André, que isolou a bola na finalização, na segunda num chute forte de Chico Bala, fazendo com que o arqueiro Walter tivesse que mostrar serviço mandando a bola para escanteio, e na terceira com Etinho, aproveitando cruzamento de Esquerdinha e cabeceando a bola tirando tinta da trave.

RETA FINAL DE PRIMEIRO TEMPO COM O MESMO PANORAMA

Nos momentos finais da etapa inicial, tanto o 4 de Julho, como o Cuiabá, ainda seguiam na expectativa de levar uma vantagem, ainda que mínima, para os vestiários. Entretanto, mesmo com mais algumas tentativas pelos dois times, praticamente nenhum lance causou perigo aos respectivos goleiros, mantendo o resultado sem alterações, no pouco tempo de acréscimo dado pelo árbitro Heber Roberto Lopes.

DOURADO VOLTA MODIFICADO PARA A SEGUNDA ETAPA

Disposto a buscar seu tento logo no início dos últimos 45 minutos, Alberto Valentim promoveu mais duas substituições em sua equipe. Visando melhorar as ações no meio-campo, além do ataque, Clayson e Camilo foram os escolhidos para entrarem nos lugares de Auremir e Jonathan Cafu.

E parece que as trocas surtiram efeito. Nos primeiros movimentos, Elvis, em cobrança de falta, acabou fazendo com que o camisa 1 do Colorado fosse obrigado a fazer uma grande defesa, evitando que o placar fosse aberto.

PRESSÃO DO DOURADO NÃO SURTE EFEITO

Até meados dos 30 minutos era o time de Mato Grosso quem seguia melhor com algumas boas chegadas. A melhor foi de Clayson, de cabeça, mas a bola acabou indo para fora para lamentação do atleta que tentava movimentar-se bastante tentando sair da marcação rival.

Já nos momentos finais do duelo, os visitantes ainda mantinham as esperanças de resolver no tempo normal. Entretanto, a bola parecia teimar em não querer balançar as redes, como no chute de Elvis, que acabou acertando a trave aos 41 minutos, além do goleiro Jaílson conseguir levar vantagem nas saídas em cobranças de escanteio, dando a deixa para arbitragem colocar um ponto final no tempo normal e levar o jogo para as penalidades.

Nas cobranças, brilhou a estrela do camisa 1 do Gavião. Além de mostrar flexibilidade na batida de Marllon, Jaílson ainda deixou o dele fechando em 5 a 4, colocando sua equipe na próxima fase da competição.

FICHA TÉCNICA
4 DE JULHO x CUIABÁ – SEGUNDA FASE DA COPA DO BRASIL
Estádio: Lindolfo Monteiro, em Teresina (PI)
Data: 15 de abril de 2021, às 19h (de Brasília)
Árbitro: Heber Roberto Lopes (CBF-SC)
Assistentes: Alex dos Santos (CBF-SC) e Henrique Neu Ribeiro (CBF-SC)
Cartões amarelos: Ted Love (4JL)
Cartões vermelhos:

GOLS:

4 DE JULHO (Técnico: Flávio Araújo)
Jaílson; André Victor, Marcelo, Gilmar Bahia (Caio César, aos 23’/2ºT) e Chico Bala; Vitor Recife, Edinaldo e Hiltinho; Ted Love, Etinho (Pica-Pau, aos 23’/2ºT) e Esquerdinha.

CUIABÁ (Técnico: Alberto Valentim)
Walter; Lucas Ramon, Marllon, Anderson Conceição e Uendel; Auremir (Camilo, no intervalo), Guilherme Pato e Rafael Gava; Elton (Josiel, aos 10’/1ºT), Elvis e Jonathan Cafú (Clayson, no intervalo).

Veja também

+ Canadá anuncia primeira morte de pessoa vacinada com AstraZeneca no país
+ Yasmin Brunet comemora vitória de Gabriel Medina
+ Decifrado código dos Manuscritos do Mar Morto
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Receita de moqueca de peixe simples e deliciosa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS