Cultura

“Nomadland” e “Rocks”, favoritos para os prêmios Bafta com maior diversidade

“Nomadland” e “Rocks”, favoritos para os prêmios Bafta com maior diversidade

Frances McDormand, candidata ao prêmio de Melhor Atriz no Bafta por "Nomadland" - AFP/Arquivos


“Nomadland”, consagrado no Globo de Ouro, e “Rocks”, ode à Londres multicultural, chegam como filmes favoritos aos Bafta, os prêmios britânicos do cinema, que são entregues nesta noite de domingo e cuja seleção é mais diversificada nesta edição.

Hino à glória dos hippies modernos que dirigem seus motorhomes pelos Estados Unidos, “Nomadland” foi indicado para Melhor Filme, Melhor Diretor (Chloé Zhao) e Melhor Atriz (Frances McDormand).

“Nomadland”, considerado um dos favoritos ao Oscar, ganhou no sábado o prestigioso prêmio de melhor filme do Directors Guild of America (DGA).

Na categoria de Melhor Filme, concorre com “Meu pai”, com Anthony Hopkins), “O Mauritano”, sobre um advogado que defende uma mauritana acusada de terrorismo pelos Estados Unidos, o thriller feminista “Promising Young Woman” (“Bela Vingança”) e o drama da corte “The Chicago Seven” (“Os 7 de Chicago”).

Com sete indicações, incluindo Melhor Diretor, Melhor Elenco e Melhor Roteiro Original, o longa “Rocks” da britânica Sarah Gavron pode surpreender.


+ Atleta de Jiu Jitsu morre aos 30 anos de Covid 15 dias após perder o pai pela doença
+ Após ameaças, soldada da PM denuncia coronel por assédio sexual
+ Mulher morre após ingerir bebida alcoólica e comer 2 ovos



O filme segue uma adolescente anglo-nigeriana de 15 anos abandonada pela mãe e tentando sobreviver com seu irmão mais novo com o apoio do grupo de amigos do leste de Londres.

Bukky Bakray, que interpreta “Rocks” (nome da protagonista), concorre ao prêmio de melhor atriz.

Na cerimônia de abertura, “Voz Suprema do Blues” ganhou dois prêmios: Figurino e Cabelo e Maquiagem, enquanto “Mank” ganhou o prêmio de design de produção.

O thriller “Tenet”, de Christopher Nolan, ganhou o prêmio de Melhor Efeito Especial, e “Sound of Metal”, que segue um baterista de heavy metal que fica surdo, ganhou o prêmio de Melhor Som.

“Mank”, filme em preto e branco sobre a época de ouro de Hollywood, “Minari”, que evoca a história de uma família norte-coreana em busca de uma nova vida na área agrônoma nos Estados Unidos, “Meu Pai” e “Bela Vingança”, também buscam obter os seis prêmios para os quais foram indicados.

Lenda do cinema, Anthony Hopkins é indicado ao prêmio de Melhor Ator por seu papel como um homem idoso com demência em “Meu Pai”.

Os nomes dos vencedores serão anunciados em cerimônia organizada sem audiência, devido à pandemia do coronavírus, transmitida às 18h00 GMT do prestigiada Royal Albert Hall.

No ano passado, a equipe foi criticada por sua falta de diversidade.

Nas nomeações para o 2020, não houve atores não brancos indicados para as quatro categorias principais, nem havia diretoras nomeadas.

Veja também

+ Canadá anuncia primeira morte de pessoa vacinada com AstraZeneca no país
+ Yasmin Brunet comemora vitória de Gabriel Medina
+ Decifrado código dos Manuscritos do Mar Morto
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Receita de moqueca de peixe simples e deliciosa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS