Gente

No ringue com Caio Castro

Crédito: Divulgação / Globo

Desde que assumiu o papel do lutador Rock na novela “A Dona do Pedaço”, da Rede Globo, o ator Caio Castro, de 30 anos, entrou de vez no ringue. “Fui picado pelo bichinho do boxe, realmente peguei gosto. Não acredito que vou conseguir me desvincular de uma hora para outra”, diz ele. Para entender como funciona a mente de um lutador, Caio, que é faixa preta no judô e azul no jiu-jitsu, se encontrou com grandes personalidades do esporte: Mike Tyson, em Los Angeles, e Miguel de Oliveira, aqui mesmo no Brasil. E para viver a rotina de atleta em meio às gravações montou uma academia ao lado de seu quarto, onde treina todos os dias. “Preciso ter um corpo e uma mente condizentes com os de um atleta. Gosto de viver o personagem por dentro e por fora”, diz ele.

Expedição na Amazônia

André Nicolau / Divulgação

A atriz Giovanna Lancellotti, de 26 anos, encerrou na semana passada uma expedição de sete dias de barco à Amazônia, na Guiana Francesa, com o Greenpeace, organização da qual é embaixadora dos Oceanos e Corais.

Como é a riqueza da região?
Só no Brasil, são mais de 56km² de corais na Amazônia. Os pesquisadores sabem que eles se estendem até a Guiana Francesa, mas desconfiam que vá até o Caribe também, o que seria incrível porque cria uma cadeia alimentar e fluxo de vida muito grande.

Qual situação ambiental encontrou?
Avançamos impedindo que um bloco para extrair petróleo se fixasse na região dos corais, mas, ao mesmo tempo, há mais de 200 para serem aprovados. O Greenpeace luta para impedir isso. O que mais me faz triste é que, além de afetar a natureza, os corais na Amazônia são uma descoberta muito recente, de 2016. Não podemos deixar que os destruam.

Como foi a experiência?
Indescritível, cada hora um aprendizado único, tinham mais de 10 nacionalidades diferentes. Acordávamos cedo e ajudávamos. Cozinhamos e limpamos. O pior momento foi o enjoo que senti, mas superei depois do primeiro dia. A melhor parte foram as baleias jubartes e os golfinhos.

Chique aos 80

Bob Wolfenson / Divulgação

A empresária e consultora de moda Costanza Pascolato completará 80 anos na quinta-feira 19. Orgulhosa principalmente “da família linda e educada” que construiu, ela fez uma comemoração antecipada na semana passada, durante o lançamento do seu quinto livro, “A Elegância do Agora”. Com memórias e revelações sobre sua história, a obra também dá preciosas dicas de estilo. “Ser elegante é questão de atitude. Muito mais que bem vestir, é prestar atenção no outro, olhar nos olhos, ajudar se puder. O silêncio também pode ser impressionante”, disse à ISTOÉ. Sobre longevidade, ela dá a receita do bem viver: “deixar de lado o perfeccionismo, pensar que com o tempo ganha-se sabedoria, ter uma atitude positiva, ter humor, dar espaço à gratidão e ser muito mais adaptável.”

Um prêmio para Bárbara Paz

A atriz Bárbara Paz recebeu o prêmio de melhor documentário da Venice Classics, mostra paralela do 76º Festival de Veneza que se dedica a obras sobre grandes cineastas. “Babenco — Alguém tem que ouvir o coração e dizer: parou” foi o seu primeiro trabalho como diretora, no início realizado ao lado do seu então marido, Hector Babenco, que faleceu em 2016.

As novas facetas de Caio

Sergio Baia / Divulgação

O ator Caio Paduan, de 32 anos, está se mostrando um artista versátil. Ele atua no filme “Estação Rock”, que chegará aos cinemas nesse semestre, como o protagonista “Osso”, vocalista de uma banda de rock grunge. Além da Estreia em um longa, É também a sua primeira vez no papel de cantor. E as novidades não param por aí: CAIO assumiu a função de diretor do canal do Youtube “Dias de Cris”, da sua namorada Cris Dias, jornalista e apresentadora.