Esportes

No Mundial, seleção feminina de ginástica tenta a vaga na Olimpíada

A seleção feminina de ginástica artística do Brasil vai entrar em ação neste sábado no Mundial para tentar carimbar sua vaga por equipes para os Jogos Olímpicos de Tóquio. Thaís Fidélis, Jade Barbosa, Flavia Saraiva, Lorrane Oliveira e Letícia Costa disputam a competição, que está sendo realizada em Stuttgart, na Alemanha, para ficar entre as nove mais bem colocadas, desconsiderando Estados Unidos, Rússia e China, que já têm a vaga pelo desempenho no Mundial do ano passado.

Sexta-feira, 12 dos 24 países já percorreram todos os aparelhos. Quem teve a melhor apresentação foi a China, com 169,161 pontos. E na sétima posição está a Austrália, que marcou 157.945. Assim, uma projeção otimista indica que se o Brasil repetir seu desempenho dos Jogos Pan-Americanos de Lima, quando ficou com o bronze ao fazer 158,550, a tendência é garantir a vaga.

Vale lembrar que no Pan o Brasil não teve Jade Barbosa, experiente e talentosa ginasta. Com ela, a equipe fica mais forte e as chances de classificar para Tóquio são reais. “Nosso objetivo nesta competição é a classificação para a Olimpíada”, comentou Valeri Liukin, treinador-chefe da seleção feminina no Mundial.

Ele lamenta os desfalques na equipe, mas vê o Brasil forte na disputa. “Neste momento, temos duas atletas importantes que não estão participando completamente. Além da ausência da Rebeca Andrade, a Lorrane Oliveira participará apenas de um aparelho (paralelas)”, explicou Liukin.

O Brasil vai iniciar sua apresentação às 15 horas (de Brasília). E domingo será a vez da equipe masculina do País tentar sua vaga olímpica também.