Tecnologia & Meio ambiente

Nitrato de amônio, um composto conhecido por seus riscos

Nitrato de amônio, um composto conhecido por seus riscos

(COMBO) Esta combinação de imagens criadas em 05 de agosto de 2020, a partir de filmagens mostram a sequência da enorme explosão que atingiu Beirute em 4 de agosto, 2020. - GABY SALEM/ESN/AFP

Causa das explosões devastadoras em Beirute, o nitrato de amônio é usado principalmente como fertilizante agrícola de “nitrogênio”, mas pode ser componente de alguns explosivos para uso civil.

+ SP deve receber cinco milhões de doses de vacina chinesa em outubro, diz Doria

– Usos –

O nitrato de amônio “é utilizado principalmente em fertilizantes de nitrogênio em culturas de leguminosas”, diz a Sociedade Francesa de Química.

Esse tipo de fertilizante, apresentado na forma de grânulos brancos, é usado em todo o mundo para obter melhores rendimentos e, para muitos agricultores, é essencial.

No departamento de Gironde (sudoeste da França), Benoît Labouille cultiva 200 hectares de milho, canola e vegetais, na forma convencional e orgânica. Nesta quarta-feira, ele disse à AFP que usa “pouco mais de 10 toneladas” por ano de amonitrato, um fertilizante composto de nitrato de amônio, “para quase todas as culturas convencionais”.

Essa fórmula de fertilizante nitrogenado é “muito útil”, ressalta, porque “é diretamente assimilada pela planta”, que precisa de nitrogênio para se desenvolver, por isso se beneficia de um “pequeno incentivo”. “É muito importante”, e deve ser armazenado separadamente “em galpões limpos e secos”.

O Líbano é o maior consumidor de fertilizantes: com cerca de 330 kg/ ha (hectare), o país utiliza o dobro da média mundial, informou a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) em fevereiro. O nitrato de amônio também é usado na fabricação de explosivos.

“Misturado com TNT (trinitrotolueno) ou pentaeritrina, é usado na construção, em minas e pedreiras”, especifica a Sociedade Francesa de Química.

Existem outros usos menores para este composto químico, como combustível propulsor na indústria aeroespacial por suas propriedades oxidantes. Dissolvido em água, causa uma reação endotérmica e é utilizado na confecção de sacos isotérmicos.

Na apicultura, a fumaça branca produzida pela queima de uma pequena quantidade serve para anestesiar as abelhas, no caso de mover uma colmeia, por exemplo.

– Fabricação, preço e armazenamento

O nitrato de amônio (NH4NO3) é o resultado da reação que ocorre entre amônia e ácido nítrico.

A Rússia é de longe o principal produtor, com quase 10 milhões de toneladas em 2017, ou seja, 45% da produção mundial.

Utilizado principalmente na agricultura, seu preço varia de acordo com as estações do ano. Entre 2018 e 2019, o valor médio por tonelada foi de 214 euros (cerca de US$ 254).

O composto e os derivados estão sujeitos a regras estritas: é conveniente “armazená-los isolados de produtos incompatíveis com nitrato de amônio, especialmente produtos inflamáveis e líquidos corrosivos.

O principal perigo associado a esses fertilizantes com nitrato de amônio é “a detonação de amonitratos em altas doses”, ou seja, com mais de 28% de nitrogênio. Para o Ministério da Agricultura francês, é pouco provável que ocorra incidentes, se armazenado adequadamente”.

Para os fabricantes, “em geral, esses fertilizantes são seguros se forem manuseados de acordo com os regulamentos europeus”.

– Principais riscos e consequências

Insensível ao choque e ao atrito, o nitrato de amônio é um explosivo “medíocre”, a menos que seja misturado com hidrocarbonetos, por exemplo, ou exposto ao fogo, de acordo com a Sociedade Francesa de Química.

É claro que “sua onda (expansiva) de detonação causa grande destruição. É algo bem conhecido. O de Beirute foi um dos mais fortes da história”, disse à AFP Daniel Vanschendel, especialista em explosivos.

“A onda de explosão supersônica foi vista claramente em Beirute …”, acrescenta. Para ele, “foi uma falha regulatória catastrófica (…), pois as regras são muito claras”.

“Os primeiros vapores brancos, seguidos por uma grande explosão que causou uma grande nuvem vermelha e marrom, depois outra nuvem branca de cogumelo, indica que o gás emitido foram vapores de nitrato de amônio branco, protóxido de nitrogênio tóxico e água”, observou Stewart Walker, da Universidade de Flinders, na Austrália.

mlb-myl-kd-eco-burs/pn/pcm/age/jc/cc

Veja também

+Cidadania divulga calendário de pagamentos da extensão do auxílio emergencial

+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’

+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arqueólogo leva 36 anos para montar maquete precisa da Roma Antiga

+ Jovem é suspeita de matar namorado com agulha de narguilé durante briga por pastel

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ Por que não consigo emagrecer? 7 possíveis razões

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea