O astro Neymar, que se recupera de uma séria lesão no joelho esquerdo, manifestou pessoalmente seu apoio à seleção brasileira durante visita à concentração da equipe em Los Angeles, antes da estreia na Copa América-2024 nos Estados Unidos, nesta segunda-feira (24) contra a Costa Rica.

“Foi muito bom rever todos os meus companheiros. Vim dar um abraço neles antes da estreia da Copa América. Desejo toda a sorte do mundo a todos”, disse o maior artilheiro da história da seleção canarinho em vídeo divulgado pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

“Fui muito bem recebido, como sempre, são meus amigos. Gosto muito de todos. Voltar a sentir esse clima da seleção brasileira é bom demais. Estava com saudades”, acrescentou após o encontro que ocorreu na noite de domingo no hotel do campus da Universidade da Califórnia em Los Angeles (UCLA).

‘Ney’, de 32 anos, também se exercitou nas instalações do centro educacional, onde a seleção brasileira treinou pela última vez antes de enfrentar a Costa Rica nesta segunda-feira às 22h (horário de Brasília), no encerramento da primeira rodada do Grupo D.

O camisa 10 está afastado dos gramados desde outubro, quando sofreu uma grave lesão no joelho esquerdo durante a derrota do Brasil (2 a 0) para o Uruguai, em Montevidéu, pelas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2026.

O jogador do saudita Al-Hilal perdeu o torneio continental por estar na reta final da recuperação. O atacante tampouco estará pronto para iniciar a temporada no seu clube, segundo disse em maio o técnico do time, o português Jorge Jesus.

Sem seu astro, o Brasil, pressionado pelos maus resultados em 2023, será liderado em campo por Rodrygo e Vinicius Jr, sério candidato à Bola de Ouro depois de brilhar com o Real Madrid na conquista da Liga dos Campeões da Europa.

raa/ol/aam/aa