Esportes

Neto detona atleta que disse que Paulo Gustavo ‘vai para o inferno’: ‘Palmeiras tem que rescindir com ela’

Apresentador da Band acredita que Verdão deva demitir Chú Santos após postagem preconceituosa. Neto ainda chamou jogadora de 'idiota' e 'imbecil'

Neto detona atleta que disse que Paulo Gustavo ‘vai para o inferno’: ‘Palmeiras tem que rescindir com ela’

no BandSports (Reprodução/BandSports)


O apresentador da Band e ex-jogador Neto deixou seu pitaco sobre uma polêmica que balançou o futebol, na última semana. Nesta segunda-feira, durante o programa “Baita Amigos”, o ídolo do Corinthians detonou a jogadora Chú Santos, do Palmeiras e Seleção, após ela dizer que o humorista Paulo Gustavo vai para o “inferno”.

+ Veja a tabela de classificação do Brasileirão A-1 e confira os jogos

Neto opinou que o Alviverde deva rescindir o contrato da atleta e ainda classificou Chú Santos como “idiota” e “imbecil” por ter feito uma publicação criticando o humorista, que morreu no começo do mês, por ser “gay e umbandista”. A postagem não pegou bem entre as companheiras. Ele ainda vê que Chú deva ser banida da Seleção.

– Palmeiras, vocês tem que rescindir o contrato dela, tem que mandar ela embora, porque ela representa o Palmeiras. E mais, nunca mais vestir a camisa da Seleção, nunca mais representar o Brasil. O que essa menina falou é a maior barbaridade que ouvi nos últimos tempos da minha vida e com 400 mil pessoas morrendo de Covid sendo que nós temos a vacina – disse ele, que completou:

– E aí vem uma imbecil, uma idiota. Uma imbecil! Uma idiota! E pode me processar não tem problema nenhum, e pode pedir direito de resposta também… E quando você fala que Paulo Gustavo vai para o inferno, talvez não seja ele.”

+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça

Chú

Chú pertencia à Ferroviária e defende a Seleção Brasileira (Foto: Mariana Sá/CBF)

O comentário de Chú rendeu diversas críticas, inclusive dentro dos clubes. Várias jogadoras usaram suas redes sociais para rebater a declaração preconceituosa. Companheiras no Palmeiras, Jully e Ary Borges falaram sobre o caso, dizendo que a religião da atacante é um grande motor de preconceito no mundo. A ex-atleta do Verdão Stefany Krebs também comentou falando de como sua orientação sexual não afeta sua fé.

– E aí vem uma jogadora de futebol feminino, que sempre foi recriminado… Sempre teve um preconceito desgraçado com as meninas, sempre fomos preconceituosos com o futebol feminino.. Vem uma Zé Ruela dizendo uma barbaridade dessas, defendendo o pastor dela que vai para o céu.

A publicação inicial fazia uma comparação entre a morte de um pastor evangélico e o falecimento do humorista da Globo. A ideia era apontar que a Covid-19 não escolhe gênero ou idade das vítimas. Nos comentários, ela disse que a diferença entre eles é que Paulo Gustavo “iria para o inferno”.

– E aí você coloca a sua Igreja, todas as suas pessoas em seu pensamento; E sua Igreja não tem nenhum homossexual? Nenhum bissexual? Nenhum trans? Nenhuma lésbica? Nossa, que Igreja maravilhosa a sua, né? Então… A Marta e a Cristiane não prestam e vão tudo para o inferno? Para ela vocês não prestam.

Poucas horas depois, a atleta usou sua rede social para se desculpar sobre o fato. Ela comentou que a frase homofóbica e que mistura-se com o preconceito religioso teria sido “na empolgação”. Entenda mais sobre o caso aqui.

Veja também
+ Sabrina Sato mostra corpo musculoso em clique na floresta
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Conheça a eficácia de cada vacina no combate à Covid-19
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Lázaro Barbosa consegue fugir de novo da polícia após tiroteio
+ Gracyanne Barbosa dança pole dance com novo visual
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Após processar nora, mãe de Medina a acusa de ter destruído sua casa; veja fotos
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Fondue de chocolate com frutas fácil de fazer
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago