Geral

Nego do Borel se defende de acusações da ex: “Muitas mentiras ao meu respeito”

Crédito: Reprodução/Instagram

Parece que o término polêmico entre Nego do Borel e Duda Reis está longe de chegar ao fim. Após ficar entre os assuntos mais comentados das redes sociais por ter sido acusado de traição e abuso psicológico pela ex-noiva, o cantor fez um post no Instagram, na tarde desta quarta-feira (13), e se defendeu das graves acusações que recebeu da atriz.

Nos stories, Nego disse: “Têm saído muitas mentiras sobre o meu respeito, coisas que me deixam triste, mas não vou ficar discutindo e sim provar a minha inocência. Sobre o posicionamento da minha ex, o fato é que me surpreende e tenho também o meu lado da história e também vi e descobri muitas coisas”.

O artista ainda continuou dizendo que está no pior momento de sua vida. “Eu estou vivendo com certeza um dos piores dias da minha vida. Tenho sido bombardeado de coisas e precisei de um tempo para ler e absorver tudo antes de vir me pronunciar em respeito ao meu público. Sim, houve traição, que foi um erro do qual não me orgulho. Me arrependo muito e não trouxe a público antes para não expor terceiros”.

Veja o post de Nego do Borel:


+ Grávida do quinto filho, influenciadora morre aos 36 anos
+ Após assassinar a esposa, marido usou cartão da vítima para fazer compras e viajar com amante

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Veja o significado dos 10 sonhos mais comuns
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel