ROMA, 3 DEZ (ANSA) – O navio da Marinha da Itália equipado com hospital e salas operatórias para atender civis feridos no conflito entre Israel e o grupo fundamentalista islâmico Hamas na Faixa de Gaza chegou ao Egito.   

O anúncio foi feito neste domingo (3) pelo ministro italiano da Defesa, Guido Crosetto, que garantiu que o governo da premiê Giorgia Meloni tem feito sua parte.   

“A Itália, como prometido, está fazendo a sua parte. Isso é fruto do trabalho em equipe”, disse ele. O navio em questão é o Vulcano, que, segundo declaração da Marinha, “pode fornecer combustíveis, lubrificantes, munições, peças de substituição, alimentos, água e materiais para operações militares ou de assistência humanitária”.   

“A bordo há salas de cirurgia e clínicas nas quais médicos civis e militares de vários países tratarão civis feridos da Faixa de Gaza”, acrescenta Crosetto.   

Desde a última sexta-feira (1°), quando a trégua entre Israel e o Hamas chegou ao fim, o Exército israelense voltou a intensificar os ataques na Faixa de Gaza, enquanto o grupo fundamentalista disparou foguetes contra várias cidades do território liderado pelo premiê Benjamin Netanyahu.   

Dois dos soldados israelenses morreram em combate e pelo menos sete pessoas, segundo o Hamas, foram mortas num ataque perto da fronteira sul de Gaza com o Egito.   

Assine nossa newsletter:

Inscreva-se nas nossas newsletters e receba as principais notícias do dia em seu e-mail

Ontem à noite, o campo de refugiados de Nuseirat também foi atingido e somou 13 mortes.   

Veículos blindados israelenses passaram pelo Wadi Gaza e entraram no setor sul da Faixa, parando em Khan Yunis-Deir el-Ballah. Outros veículos blindados assumiram posições na praia de Deir el-Ballah, relataram fontes locais.   

Enquanto isso, a Força Aérea continua o seu bombardeio. O porta-voz militar Avichay Adraee ordenou a evacuação do centro de Khan Yunis , depois de alguns bairros terem sido evacuados ontem, na tentativa de chegar à cidade de Rafah. (ANSA).   


Siga a IstoÉ no Google News e receba alertas sobre as principais notícias