Economia

Natura: Lucro do 4º trimestre cai 94,2%, ante o 4º trimestre de 2018

A fabricante de cosméticos Natura & Co, que reúne as marcas Natura, The Body Shop e Aesop, reportou forte queda no lucro líquido do quarto trimestre de 2019 perante igual período de 2018. O resultado recuou 94,2%, para R$ 22,3 milhões.

Segundo a empresa, o resultado inclui o “impacto não recorrente, sem efeito caixa, de R$ 206,6 milhões em impostos relacionados à reestruturação societária, assim como custos não-recorrentes de aquisição da Avon de R$ 104,2 milhões”.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) da companhia somou R$ 913,88 milhões no último trimestre de 2019, uma alta de 27,8% na comparação anual.

O resultado financeiro do quarto trimestre de 2019 ficou negativo em R$ 251,7 milhões, uma alta de 134% em comparação aos R$ 107,6 milhões de igual período do ano anterior. De acordo com a empresa, a maior despesa financeira se deve aos custos de financiamento associados à compra da Avon.

A receita líquida da companhia no intervalo entre outubro e dezembro de 2019 somou R$ 4,652 bilhões, uma alta de 7,3% sobre o mesmo período de 2018.

No ano de 2019, o lucro da Natura&Co somou R$ 155,5 milhões, uma queda de 71,6% sobre 2018. O Ebitda do ano passado somou R$ 2,468 bilhões, uma alta de 33,7% sobre o ano anterior. Já a receita líquida chegou a R$ 14,444 bilhões ao final de 2019, alta de 7,8% sobre 2018.