Geral

Natalia Pasternak diz que suspender vacinação de adolescentes foi ‘enorme irresponsabilidade’

Crédito: Agência Senado

Pasternak participou da CPI da Covid (Foto: Agência Senado) (Crédito: Agência Senado)


Natalia Pasternak, microbiologista que participou da CPI da Covid, entende que o Ministério da Saúde errou gravemente ao suspender a vacinação de adolescentes contra covid-19. Ela teme que isso cause um grande prejuízo na luta do Brasil contra a pandemia.

+ Para 76%, Bolsonaro deve sofrer impeachment se desobedecer Justiça

+ Comandante diz que Exército segue Constituição e pede cautela com redes sociais

+ Médicos ameaçam deixar câmara técnica da Saúde se vacinação de adolescentes não for retomada

“Foi mais do que um equívoco, foi uma enorme irresponsabilidade. Uma declaração como esta pode ter consequências desastrosas para a confiança da população com as vacinas como um todo. Ele usou informações falsas e distorcidas, sobre a OMS, e sobre efeitos adversos. A OMS nunca deixou de recomendar vacinas para adolescentes por questão de segurança. Apenas fez um apelo para que se priorizasse a vacinação de adultos e idosos antes. Foi um apelo social e logístico, e não de segurança da vacina. O que vimos foi o ministro da Saúde usando os mesmos argumentos dos antivacinas”, criticou Natalia em entrevista ao jornal O Globo.

Natalia entende que os movimentos anti vacina ainda não são fortes no Brasil. Mas teme que essas postura do Ministério da Saúde, somada com outras questões políticas, aumente a força dos negacionistas. Ela criticou inclusive a postura do Instituto Butantan ao divulgar informações sobre a CoronaVac.

“Não se pode vender os imunizantes como se eles fossem perfeitos, exatamente como acontece com qualquer remédio, por exemplo. Isso pode gerar frustração na população. Temos que apresentá-las como a grande conquista científica que são, mas com honestidade e transparência. O Instituto Butantan, por exemplo, veiculou informação de forma tendenciosa. Sem fazer nenhum julgamento pessoal dos dirigentes, o Butantan, como instituição, se deixou politizar e tentou vender a CoronaVac como se fosse perfeita e agora paga um preço. As pessoas reagem: “mas o Butantan não falou que a CoronaVac tinha 100% de prevenção contra a morte, então por que o Tarcísio Meira morreu?”. A vacina do Butantan é uma ótima vacina, que já tinha sua confiança abalada pela população por uma ação política intencional do governo federal. Pois o Butantan acabou auxiliando a difamação feita pelo Planalto. As pessoas dizem: ´vocês falaram que a proteção era de 78%, mas depois caiu para 50% (índice de eficácia), no que vou confiar?` Precisamos explicar probabilidades, como é que as vacinas de fato funcionam, e prestar muita atenção neste aspecto para não plantar a semente de um movimento antivacina no país”, pediu Natalia.

Além de continuar com a vacinação, Natalia acredita que o Brasil deve fazer uma campanha para que a população não relaxe nos cuidados sanitários.

“Precisamos de boas campanhas, que nunca tivemos, inclusive para evitar o otimismo irresponsável, o liberou geral, como se viu aqui nos EUA. É importante ser otimista, mas com responsabilidade. Nosso maior fantasma é justamente a ilusão da volta da normalidade, a de que a pandemia já acabou. Detectamos que os números estão caindo, que a variante Delta “não pegou direito no Brasil”, e relaxamos. A ilusão pode gerar um rebote. É importante lembrar que a pandemia, como bem sabemos, depende do comportamento das pessoas”, concluiu Natalia.

Saiba mais
+ Homem acusado de matar a mãe e a tia é retirado de audiência por miar
+ Receita fácil de cupcakes para comemorar o Halloween
+ Suzy Cortez diz que tatuagens com o rosto de Messi fazem homens falharem
+ As 20 Picapes mais vendidas em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Sprinter vira motorhome completo; conheça o modelo
+ Médicos encontram pedaço de cimento em coração de paciente durante cirurgia
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio