Ediçao Da Semana

Nº 2742 - 12/08/22 Leia mais

A ex-BBB Natália Deodato fez um desabafo nos Stories do Instagram na noite desta quinta-feira, 2, e disse que foi acusada de roubar uma bolsa no hotel em que está hospedada em Cancún, no México.

“Eu estava no saguão e tinha uma bolsa jogada no canto, não tinha ninguém [por perto]. Aí, eu peguei com a pontinha do dedo e fui levar para o rapaz da recepção, caso alguém procurasse”, contou.

Em seguida, Natália disse que outro homem estava na recepção e começou a gritar com ela em outra língua. Ela explicou que achou a bolsa no chão e o funcionário da recepção afirmou que o objeto era do rapaz.

“Ele [o dono] começou a gritar comigo e o pior de tudo: porque eu era preta. Foi terrível ele falando. Ele falando ‘não, ela pegou’, ‘pegou minhas coisas’. Como se eu precisasse pegar as coisas de alguém. O cara do hotel ficou muito constrangido”, continuou.

A participante do BBB 22 afirmou que pediu para abrirem a bolsa para provar que os pertences ainda estavam lá: “Ele viu que não tinha sumido nada e mesmo assim continuou me acusando. Eu falei ‘moço, pelo amor de Deus’. Comecei a tremer”.

Segundo Natália, ela e seus amigos já haviam sofrido outro episódio durante a mesma viagem, quando foram impedidos de entrar em um restaurante. “Porque estávamos de calça jeans e jaqueta, e não podia. Mas não foi por causa disso. A gente pediu uma mesa e eles não nos deixaram sentar na que queríamos”, disse.

A influenciadora se disse grata por ter pessoas boas ao seu redor ao passar por situações assim, pois havia ficado muito nervosa, e afirmou que é importante denunciar situações de racismo.

“Quando a gente fala sobre isso, é sempre gerado como se fosse ‘mimimi’ e não é”, reforçou. No vídeo, ela também escreveu: “Precisamos falar sobre o preconceito até que ele não exista mais”.