O Nasdaq e o S&P 500 voltaram a fechar em alta nesta quarta-feira (12), após dados de inflação melhores do que o esperado nos Estados Unidos, enquanto o Dow Jones recuou ligeiramente após um discurso cauteloso do Federal Reserve (Fed, banco central) sobre a inflação.

O índice industrial Dow Jones cedeu 0,09% para 38.712,21 pontos. Por outro lado, o tecnológico Nasdaq subiu 1,53% para 17.608,44 unidades, alcançando seu décimo sexto recorde do ano, e o índice amplo S&P 500 – principal referência dos investidores – alcançou seu vigésimo oitavo recorde em 2024 ao subir 0,85% para 5.421,03 pontos.

Os investidores comemoraram os dados do IPC de maio.

“O relatório de inflação desta manhã foi formidável. Os investidores responderam enviando as ações para a lua”, resumiu José Torres, da Interactive Brokers.

A inflação em 12 meses recuou mais do que o previsto no mês passado, para 3,3% em relação a 3,4% em abril, um alívio após o aumento no início do ano, segundo o índice de preços ao consumidor (IPC).

Os dados do Departamento do Trabalho mostram que, na comparação mês a mês, em maio os preços se mantiveram estáveis em relação a abril, em comparação com um avanço de 0,3% registrado em abril sobre março.

O relatório foi melhor do que o esperado pelos analistas, que previam 0,1% de inflação mensal e 3,4% de aumento nos preços em relação ao ano anterior, segundo o consenso reunido pelo Market Watch.

No entanto, o entusiasmo foi um pouco contido à tarde pelo Fed.

O dado de inflação não foi suficiente para fazer com que o Fed mudasse seu discurso cauteloso sobre a inflação.

O Fed manteve suas taxas de referência em 5,25%-5,50% nesta quarta-feira, conforme esperado, e seus dirigentes apontam para apenas um corte nas taxas de juros este ano.

O banco central aumentou as taxas de juros para combater a inflação: ao aumentar as taxas, o crédito fica mais caro, desencorajando o consumo e o investimento, esfriando a economia e limitando as pressões sobre os preços.

O presidente do Fed, Jerome Powell, disse que o órgão está preparado para manter suas taxas de juros elevadas até que a inflação se modere por vários meses.

O objetivo do Fed é uma inflação de 2% ao ano no longo prazo, um nível considerado saudável para a economia.

A Apple brevemente ultrapassou a Microsoft como a empresa mais valiosa em bolsa nesta quarta-feira, mas depois foi novamente ultrapassada ao perder terreno. Ambas as empresas têm capitalizações de mercado superiores a US$ 3 trilhões (R$ 16,1 trilhões), assim como a estrela dos semicondutores, a Nvidia.

vmt/mr/mel/am

S&P Global Ratings