Esportes

Napoli bate Benfica e avança em 1º; goleada na Ucrânia classifica portugueses

Na chave mais equilibrada da Liga dos Campeões da Europa, deu Napoli e Benfica. Nesta terça-feira, os dois se enfrentaram no estádio da Luz, em Lisboa, e mesmo fora de casa os italianos não se intimidaram em venceram por 2 a 1, garantindo a vaga às oitavas de final na liderança do Grupo B. Os portugueses têm de agradecer, e muito, ao Dínamo de Kiev, que mesmo eliminado entrou em campo contra o Besiktas com muita vontade e goleou os turcos por 6 a 0, na Ucrânia.

Com os resultados, o Napoli fechou a fase de grupos na liderança com 11 pontos. Assim, terá o direito de jogar em casa a partida de volta nas oitavas de final. O Benfica ficou em segundo com oito, apenas um a mais que o Besiktas, que só dependia de suas forças e agora tem de se contentar com uma vaga na fase eliminatória (anterior às oitavas de final) da Liga Europa. O Dínamo de Kiev ficou em último, com cinco pontos.

Em Lisboa, Benfica e Napoli fizeram um jogo equilibrado no primeiro tempo. Ambos preferiram “estudar” o que o rival pretendia fazer em campo e contaram com uma ótima notícia ainda antes do intervalo. Na Ucrânia, o Dínamo de Kiev já goleava por 4 a 0 e, desta maneira, ambos estavam se classificando sem sustos. Apenas disputavam a liderança do grupo.

Na primeira etapa, o Napoli perdeu quatro boas chances – duas com o atacante Gabbiadini – de frente para o goleiro brasileiro Ederson. Na segunda, o time italiano não desperdiçou. Aos 15 minutos, em rápido contra-ataque, o espanhol Callejón foi lançado pelo meio e deu uma cavadinha na saída do arqueiro para fazer 1 a 0. Aos 34, foi a vez do belga Mertens marcar em bela jogada individual da esquerda da área para o meio. No fim, aos 42, após falha grotesca do zagueiro Albiol, Raul Jimenez descontou para o Benfica.

Na Ucrânia, o Dínamo de Kiev não se importou de já estar eliminado, sem chances até de Liga Europa. Pela primeira vez em sua história na Liga dos Campeões fez mais de cinco gols em uma mesma partida. No primeiro tempo, Artem Biesiedin fez o primeiro e aí, aos 30 minutos, Andreas Beck foi expulso e deixou o Besiktas com um jogador a menos. Em um período de 14 minutos, os ucranianos fizeram mais três – com Andriy Yarmolenko, Vitaly Buyalsky e Derlis Gonzalez – e já garantiram a vitória. Depois do intervalo, o time turco ficou com nove com o vermelho para o centroavante Vincent Aboubakar e os anfitriões aproveitaram para marcar mais duas vezes – com Serhiy Sydorchuk e o brasileiro Júnior Moraes.