Mundo

Nápoles, na Itália, convocará anestesistas aposentados

NÁPOLES, 30 OUT (ANSA) – As autoridades sanitárias de Nápoles, maior cidade do sul da Itália, vão convocar anestesistas aposentados para ajudar no combate à pandemia do coronavírus Sars-CoV-2.   

Com cerca de 1 milhão de habitantes, a cidade foi relativamente poupada na “primeira onda” da crise sanitária, mas vem sendo um dos epicentros da disseminação do vírus nessa segunda fase.   

“Enviei uma carta à ordem dos médicos de Nápoles para obter a lista dos anestesistas aposentados. Vou chamá-los um por um.   

Estamos em guerra , e ninguém pode se abster. Perguntarei se eles podem voltar ao serviço porque precisamos de todos”, disse Ciro Verdoliva, diretor-geral da agência sanitária local (ASL) da capital da Campânia.   

O número de casos do Sars-CoV-2 na província de Nápoles, que engloba a metrópole, saltou de 8 mil no fim de setembro para 32 mil no fim de outubro, aumentando a pressão sobre os hospitais da região.   

“Não podemos excluir a hipótese de hospitais de campanha, estamos trabalhando com todos os cenários possíveis”, acrescentou Verdoliva.   

O avanço da pandemia já fez o governador da Campânia, Vincenzo de Luca, fechar escolas e decretar toque de recolher noturno em toda a região.   

Por conta disso, Nápoles foi palco de protestos violentos contra as medidas restritivas, inclusive com a participação de mafiosos da Camorra, segundo o governo italiano. (ANSA).   

Veja também

+ Homem salva cachorro da boca de crocodilo na Flórida
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Cirurgia íntima: quanto custa e como funciona
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel