Brasil

“Não vou fugir desse país”, diz Glenn Greenwald

Crédito: Reprodução/ YouTube

O jornalista Gleen Greenwald, editor do site Intercept Brasil, participou na noite da última terça-feira (30) de um ato a seu favor na Associação Brasileira de Imprensa (ABI) no Rio de Janeiro (RJ).”Eu não me importo com as ameaças que Bolsonaro fez contra mim. Eu não vou fugir desse país.”, afirmou. As informações são da Folha de S. Paulo.

O site, do qual Gleen é fundador, publicou diversas reportagens com vazamentos de conversas do ministro da Justiça Sergio Moro, o que fez com que o presidente Jair Bolsonaro afirmasse que o jornalista cometeu um crime e “talvez pegasse cana”.


Gleen  ainda usou parte do seu discurso para defender a causa LGBT e ainda disse que “não é divertido”  ver sua família ser alvo dos ataques do presidente. O jornalista é casado com o deputado federal David Miranda (PSOL-RJ). “Uma parte considerável do movimento de Bolsonaro é destilar ódio contra pessoas LGBTs”, disse.

O ato reuniu cerca de 3.000 pessoas e contou com a presença de lideranças políticas e de artistas, como Chico Buarque, Wagner Moura e Camila Pitanga.





Tópicos

ABI Gleen Greenwald