Esportes

‘Não temos nada contra a Globo. Ela continua sendo a principal parceira comercial do Flamengo’, diz Landim

Presidente do Rubro-Negro falou à FLA TV e também sublinhou o apoio aos outros clubes do Rio, após a rescisão de contrato da emissora pelos direitos de transmissão do Carioca

‘Não temos nada contra a Globo. Ela continua sendo a principal parceira comercial do Flamengo’, diz Landim

à FLA TV: 'A gente tem que entender que é uma disputa judicial' (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

Os últimos dias têm sido quentes nos bastidores do futebol brasileiro, sobretudo o carioca. Após a Medida Provisória 984 ter sido assinada, a queda de braço entre Flamengo e Rede Globo pelos direitos de transmissão do Carioca se acentuou. No entanto, apesar de a Justiça ter sido acionada por parte da emissora, o Flamengo garante que “não tem nada contra” a Globo.

Rodolfo Landim, presidente do clube, assegurou tal afirmativa e ainda destacou que a emissora é a “principal parceira comercial” do Rubro-Negro, citando o contrato em vigência pelos direitos do Campeonato Brasileiro (até 2024).

– A Justiça existe para decidir questões que você não consegue, por negociação, acertar com outras pessoas. O fato de termos visões distintas com as da Globo, entendendo que temos direito que a Globo entende que não temos, não pode… A gente tem que entender que é uma disputa judicial. Não temos nada contra a Globo, pelo contrário. Ela continua sendo a principal parceira comercial do Flamengo. Com ela, temos o contrato do Campeonato Brasileiro, que traz receitas importantes para todos os clubes do Brasil, não só para o Flamengo – disse Landim, em entrevista à FLA TV, na última quinta, emendando:

– Uma coisa é buscarmos direitos e entrar na Justiça por isso, a outra é ser inimigo da Globo. Não tenho problema com a Globo, inclusive conheço pessoas desta área (ligadas à transmissão) e tenho ótimo relacionamento pessoal. Para mim, isso (disputa judicial) não vai influenciar em absolutamente nada o contrato que já temos com a Globo. Vamos honrar esse contrato com a Globo até 2024. Agora, todo contrato está aberto à renegociação em qualquer momento. Se o Flamengo tiver interesse em buscar espaço em streaming (para o Brasileiro), nada impede de chegarmos e tentarmos negociar com a Globo.

+ Menina engasga ao comer máscara dentro de nugget do McDonald’s

O próprio Landim lembrou que, em 2016, ainda na gestão de Eduardo Bandeira de Mello, o Flamengo assinou um acordo de exclusividade com a Globo quanto ao serviço de streaming no Brasileiro – logo, por ora, não poderá transmitir jogos desta competição na FLA TV, mesmo sendo o mandante, por exemplo.

CONVERSA COM OUTROS CLUBES DO RIO

O presidente do Flamengo também falou sobre a percepção dos representantes dos outros clubes do Rio, com quem conversou, a respeito da rescisão de contrato da Globo com eles e a Ferj.

Landim realçou o apoio aos demais clubes a fim de uma busca por soluções para a manutenção e equilíbrio do Estadual.

– Conversando com clubes co-irmãos, a percepção deles é que a Globo, contratualmente, não poderia fazer isso. Certamente isso será discutido judicialmente – falou, completando:

– O que eu posso falar pelo Flamengo. O Flamengo sempre esteve unido aos clubes do Rio. A gente vai ficar trabalhando para que transforme-se o Campeonato Carioca e fique cada vez melhor. A gente tem esse compromisso com esses clubes, de permanecer com esse Campeonato e investindo. A gente valoriza o Campeonato. Se a Globo resolver não transmitir, certamente nós vamos nos unir com os clubes e buscar uma solução para que possa ser transmitido de outras formas, na busca de recursos para sustentar esse Campeonato.

Veja também

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Jack Daniel’s com maçã começa a ser vendido no Brasil

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Gésio Amadeu, o Chefe Chico de Chiquititas, morre após contrair Covid-19

+ Funcionário do Burger King é morto por causa de demora em pedido

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Bolsonaro veta indenização a profissionais de saúde incapacitados pela covid-19

+ Nascidos em maio recebem a 4ª parcela do auxílio na quarta-feira (05)

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?