Brasil

‘Não tem recuo’, diz Bolsonaro sobre Eduardo na embaixada

SÃO PAULO, 21 AGO (ANSA) – O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quarta-feira (21) que não desistiu de apresentar o nome do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) ao Senado como indicação para assumir a embaixada do Brasil em Washington, nos Estados Unidos. “Ele vai ser apresentado ao Senado, não tem recuo. É o momento certo. E o Eduardo está estudando, está se preparando”, afirmou o mandatário ao sair do Palácio da Alvorada. A declaração foi dada após Bolsonaro ter levantado a hipótese de retirar a indicação de seu filho caso não ocorresse apoio no Senado. Na última terça-feira (20), ele disse que não queria submeter Eduardo a “um fracasso”. Segundo o presidente brasileiro, a formalização pode ser feita depois do dia 7 de setembro, mas quem decidirá a data será seu filho. “Talvez setembro, após a Semana da Pátria. Essa pergunta tem de fazer ao Eduardo. Ele que vai sentir o timing. Apenas vou usar a caneta Bic”, acrescentou. Por fim, Bolsonaro ainda insinuou que Eduardo precisará se esforçar para superar o próprio ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, ao ser sabatinado. “Vai ser uma sabatina em que todos vocês [jornalistas] estarão lá, todos sem exceção, é igual urubu na carniça, né? Vai estar todo mundo lá de olho. E ele tem de fazer uma sabatina melhor do que se fosse o [chanceler brasileiro] Ernesto Araújo”, afirmou.   

Eduardo Bolsonaro tem 35 anos e nenhuma experiência diplomática.   

Seu nome, no entanto, foi indicado para assumir a embaixada do Brasil em Washington. Segundo a Consultoria Legislativa do Senado, é possível que esta indicação seja considerada “nepotismo”. (ANSA)