O comentarista político e colunista da ISTOÉ Marco Antonio Villa disse que ficou surpreso por ter sido afastado da rádio Jovem Pan na última sexta-feira (24) por 30 dias. As informações são do UOL.

O historiador disse que logo após o “Jornal da Manhã” ele recebeu uma notificação do vice-presidente da empresa, José Carlos Pereira, dizendo que não queria mais seus serviços por 30 dias. ”Não é agradável o que eu estou passando, não sou moleque, tenho  compromisso com a história, disse Villa.

O comentarista não sabe se o presidente Jair Bolsonaro, do qual faz críticas ao governo, tenha pedido seu afastamento. Ele disse que não sabe se retorna depois deste pedido de afastamento. 

Em comunicado, a rádio informou que o presidente Bolsonaro nunca pediu a cabeça de ninguém na empresa.

 

Assine nossa newsletter:

Inscreva-se nas nossas newsletters e receba as principais notícias do dia em seu e-mail

Siga a IstoÉ no Google News e receba alertas sobre as principais notícias