Esportes

‘Não quero ser pretensioso, mas nós perdemos 2 pontos’, diz treinador do Paraguai

Embora o empate por 1 a 1 com a Argentina esteja longe de ser considerado um resultado ruim para o Paraguai, o técnico Eduardo Berizzo deixou o Mineirão convicto de que a sua seleção desperdiçou uma ótima oportunidade de sair de campo com uma vitória. Após o confronto, ele lamentou a penalidade perdida por Derlis González no segundo tempo, pouco depois de os argentinos conquistarem a igualdade com Messi, também por meio de uma cobrança de pênalti.

“Não quero ser pretensioso, mas creio que perdemos dois pontos. As chegadas mais claras (ao ataque) foram as nossas. Se acertássemos o pênalti, seríamos merecedores do triunfo”, ressaltou o comandante, em entrevista coletiva.

O treinador, que é argentino, também enfatizou que o desempenho exibido diante da equipe dirigida por Lionel Scaloni mostrou que a seleção paraguaia tem condições de ir longe nesta Copa América. “A nossa atuação foi uma demonstração do que somos capazes quando defendemos e quando corremos até o ataque. Somos um time em construção e o que fizemos hoje são os ‘cimentos’ do que pretendemos fazer”, disse.

Berizzo ainda enalteceu o fato de que “defensivamente, em linhas gerais, o Paraguai foi muito sólido” em sua atuação, com a qual garantiu o empate que lhe deixou na vice-liderança do Grupo B do torneio continental, com dois pontos, um à frente do Catar, terceiro colocado, e da Argentina, lanterna da chave.

Desta forma, os paraguaios dependerão apenas de si próprios para avançar às quartas de final no próximo domingo, quando terão pela frente a Colômbia, já classificada como líder, com seis pontos, às 16 horas, na Arena Fonte Nova, em Salvador. No mesmo dia e horário, argentinos e catarianos medirão forças na Arena do Grêmio, em Porto Alegre.