ISTOÉ Gente

‘Não queria dar o prazer de alguém usar a minha história’, diz Anitta sobre ter revelado abuso sexual

Crédito: Divulgação revista Elle

Anitta (Crédito: Divulgação revista Elle)

Poderosa! Anitta é a capa e o recheio da nova edição da revista Elle Brasil do mês de março. Na publicação, a cantora surge em um ensaio fotográfico para lá de ousado e sensual, de topless com adesivos cobrindo os seios e ao lado de um cavalo.

Em uma entrevista exclusiva, Anitta falou sobre o abuso sexual que sofreu na adolescência.  “Primeiro, vi que tinha possibilidade dessa história, de alguma forma, vir a público sem ser por mim, através de outras pessoas. E eu não queria de forma alguma dar o prazer de alguém usar a minha história, as minhas coisas, para falar: ‘Olha, fui eu que contei para todo mundo essa situação’. Se fosse para as pessoas saberem coisas que não estavam nos meus planos, então eu prefiro que seja por mim”, contou.


Ao ser questionada de suas inúmeras cirurgias plásticas, ela foi direta e disse que não vê problema algum em ter feito os procedimentos estéticos: “As pessoas relacionam o fato de eu ter feito cirurgia com algo como: ‘Ah, eu não era feliz com a minha aparência’. Mas não é. Encaro isso como mudar o cabelo. Eu curto a coisa de mudar. Mas é claro que com segurança”.

Mesmo com uma vida agitada, de muito glamour, festas e paqueras, Anitta falou do desejo de sossegar e formar uma família. “Acho que o que me falta é na vida pessoal: formar minha própria família, uma coisa em que eu estou bem focada agora. Profissionalmente, estou ótima. Não me falta nada”.

Já sobre a cultura do cancelamento, assunto que é muito atual no mundo virtual, a poderosa concluiu dizendo: “Eu aprendi que a memória do brasileiro nesse sentido é muito imediata. Se você faz coisas incríveis, se você salva o mundo hoje e, na semana que vem, tem atitudes que a galera não curte, o fato de você ter salvado o mundo é deletado da memória. Eles só vão lembrar o que você fez nesta semana e não curtiram. E o mesmo vale para o contrário: você pode ter matado alguém, mas, se na semana que vem, você faz algo bacana que cai no gosto de todo mundo, deleta-se o fato de que você matou alguém. Acho que é tudo muito extremista no Brasil: a internet, a opinião pública”.

Vale destacar que além de Anitta, a revista Elle conta com mais quatro capas: Mano Brown, Maria Bethânia, Taís Araujo e a modelo CarolineTrentini. Todas em homenagem aos 50 anos de carreira do fotógrafo Bob Welfenson.

Veja a capa de Anitta da revista Elle Brasil:
Instagram will load in the frontend.