ISTOÉ Gente

‘Não participou’, diz advogado de Rafael Ilha ao recorrer em condenação

Crédito: Reprodução/Instagram

'Não participou', diz advogado de Rafael Ilha ao recorrer em condenação (Crédito: Reprodução/Instagram)

Rafael Ilha e Aline Kezh foram condenados por tráfico de armas. O advogado de Rafael, José Beraldo, entrou com recurso para reverter a derrota em primeira instância de seu cliente.

Mais de Rafael Ilha

+ ‘Sei o que aconteceu’, diz Rafael Ilha sobre morte de Gugu Liberato
+ ‘Usei drogas na frente dela’, relembra Rafael Ilha quando namorava Cristiana Oliveira
+ “Virei soldado do tráfico”, relembra Rafael Ilha na TV
+ Tiago Salvático fala sobre um ano da morte de Gugu: “Era minha alma gêmea’


“Vamos comprovar que houve a prescrição por parte de Aline e Rafael não comprou nada. O armamento comprado pela Aline era permitido no Paraguai e ela iria legalizar aqui. O Rafael não teve participação”, disse José ao UOL.

Por se tratar de um processo em andamento, Beraldo afirma que ainda não se pode falar em condenação mesmo com a decisão em primeira instância. Ele disse que poderá recorrer ao STF (Superior Tribunal Federal) para modificar o veredito. “Em julgamento que fizemos sustentação oral, conseguimos a desclassificação da infração. (Em caso de condenação em terceira instância) serão penalizados ambos com regime aberto. Não usarão tornozeleiras, não se apresentação em juízo e nem terão que ficar recolhidos em seus domicílios”, finalizou.