Ediçao Da Semana

Nº 2742 - 12/08/22 Leia mais

ATENAS (Reuters) – O chefe do fundo de resgate da zona do euro disse nesta quinta-feira que, apesar da “turbulência” nos mercados devido à guerra na Ucrânia, não há ameaça imediata à sustentabilidade da dívida de qualquer país da região.

Os custos de empréstimos da zona do euro estavam em alta nesta quinta-feira, em meio a temores de que taxas de juros mais altas sufocarão o crescimento econômico durante a tentativa do Banco Central Europeu (BCE) de lidar com uma inflação recorde.

“Apesar de tudo isso, não vejo nenhuma ameaça imediata à sustentabilidade da dívida para nenhum Estado-membro da zona do euro no momento”, disse Klaus Regling, chefe do Mecanismo Europeu de Estabilidade, durante conferência em Atenas.

Ele acrescentou que a guerra na Ucrânia e os preços crescentes de energia e commodities estão pressionando a economia e os consumidores, mas disse que a zona do euro está fundamentalmente mais resiliente agora do que há uma década.

“Não há grandes problemas macroeconômicos na zona do euro hoje, não há o desequilíbrio maciço que desencadeou a crise do euro há 12 anos”, disse ele.

(Por Lefteris Papadimas)

tagreuters.com2022binary_LYNXMPEI660O5-BASEIMAGE