Ediçao Da Semana

Nº 2742 - 12/08/22 Leia mais

Arthur Aguiar, vencedor do Big Brother Brasil 22, abriu o coração e disparou contra ex-confinados do reality show em uma entrevista ao ‘Fantástico’, da TV Globo. “Falta respeito mesmo com a pessoa, sabe? Cara, o jogo acabou, não fui eu que escolhi ganhar. É importante a gente saber perder e reconhecer a vitória do outro”, defendeu-se ele, que contou sua história de rejeição.

“É a rejeição, o abandono, o julgamento sem você ter feito nada. A minha mãe hoje é muito mais presente. Eu entendo o que ela tinha que trabalhar para caramba… E fiquei 18 anos sem ver meu pai. Ele e minha mãe tiveram uma briga e, 18 anos depois, eu me reencontro com ele, convivo com ele dois anos e ele morre. Aí as pessoas acabam me julgando de uma maneira errada. Elas não leram o livro, julgam ou pela capa ou por poucas folhas a que elas têm acesso“, contou.

“Eu não era um participante normal, entrando no jogo zerado. Eu entrei muito no negativo, já entrei cancelado. Eu li uma coisa que me encorajou; a menina escreveu assim: ‘eu estou torcendo muito para o Arthur entrar, porque eu quero que o Brasil conheça o cara por quem eu me apaixonei e eu quero poder voltar a gostar dele sem sentir vergonha'”, relembrou.