Geral

“Não concordamos com STF, nem com Doria”, diz casal da reserva da Polícia Militar

Crédito: Amanda Rossi/UOL

O Subtenente Evaldo Batista e a Cabo Neusa Brandão, da reserva da Polícia Mlitar de São Paulo, aproveitaram os protestos do 07 de setembro para atacar o Supremo Tribunal Federal (STF) e o governador de São Paulo João Doria. As informações são do UOL.

“Não concordamos com muita coisa do Supremo [Tribunal Federal] e também não concordamos com o governador [João Doria], que prometeu melhoria da polícia e não fez”, afirma Evaldo.

“O Supremo está tirando nosso direito à expressão. Mesmo na polícia aprendemos o respeito ao outro. A democracia é o princípio de tudo. Aqui não é comunismo. Lutamos para que o Supremo e o Congresso façam a vontade do povo”, diz Neusa.

Questionados sobre a participação de militares da ativa fora de serviço, o subtenente e a cabo explicaram que “os veteranos representam todos”.

Saiba mais
+ Mãe de Medina compara Yasmin Brunet a ‘atriz pornô’ e colunista divulga conversa
+ Chamada de atriz pornô, Yasmin Brunet irá processar mãe de Gabriel Medina
+ Mulher divide marido com mãe e irmã mais nova: ‘Quando não estou no clima’
+ Em pose sexy, Cleo Pires afirma: "Amando essa minha bunda grande"
+ Médicos encontram pedaço de cimento em coração de paciente durante cirurgia
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio