ISTOÉ Gente

Namorei chefe de facção que foi morto com 70 tiros, diz Andressa Urach

Crédito: Reprodução

Andressa Urach foi a convidada dessa quarta-feira (9) do programa Pânico, na rádio Jovem Pan. Dentre os diversos assuntos tratados, a modelo, que está divulgando seu segundo livro ‘Desejos da Alma’, falou que não mudaria o estilo de vida se não tivesse passado pelos obstáculos que passou.

“Não mesmo! Eu estaria morta ou em um presídio, porque eu namorava chefe de facção! Eu estaria vivendo aquela vida se não fosse os problemas de saúde que tive. Acho que estaria em um presídio… Gente, eu namorava um chefe de facção. Estou viva pela misericórdia de Deus”, afirmou Urach.

“Acredito que estaria no hospício porque eu ouvia vozes, via vultos e usava drogas. Eu estaria internada ou morta. Nem viva estaria… O meu antigo namorado morreu com 70 tiros de fuzil em um carro blindado. Eu provavelmente estaria com meu filho lá dentro. Era para ele ser um futuro bandido”, completou.

Além disso, ainda na entrevista, Andressa Urach falou também sobre já ter dormido com sete homens em um único dia.


+ Após ameaças, soldada da PM denuncia coronel por assédio sexual
+ ‘Raça de víboras’: Andressa Urach critica seguidores que não acreditam em sua fé
+ “Fama e dinheiro vem cheio de desgraça”, desabafa Pedro Scooby



Veja também

+ Canadá anuncia primeira morte de pessoa vacinada com AstraZeneca no país
+ Yasmin Brunet comemora vitória de Gabriel Medina
+ Decifrado código dos Manuscritos do Mar Morto
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Receita de moqueca de peixe simples e deliciosa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS