Esportes

Najila diz temer a morte e explica foto nua tirada por Neymar sem autorização

Crédito: Reprodução/SBT

Najila Trindade concedeu entrevista a Roberto Cabrini, do SBT (Crédito: Reprodução/SBT)

Após exibir apenas um trecho na quarta-feira, o SBT disponibilizou a entrevista na íntegra de Najila Trindade, modelo que acusa Neymar de estupro, ao jornalista Roberto Cabrini. Ela diz temer a morte e detalhou momentos da noite com o atleta em Paris, explicando a foto em que aparece nua e que foi tirada por ele, sem autorização.

“[Dormir] Só com medicamentos. Falaram que estavam do meu lado. Na primeira oportunidade, quiseram me vender. ‘Pô, é o Neymar, é muito dinheiro envolvido’. Essas pessoas só pensaram nisso. Essas pessoas quiseram se aproveitar de mim. Fui procurar ajuda. E, por ser quem é, eu tinha que ficar atenta”, afirmou.

“Coisas estavam rolando atrás de mim. Nas minhas costas. Pessoas planejando, sei lá, minha morte. Eu entrei numa psicose horrível. Eu fiquei com a sensação que poderiam me matar. Me sinto pressionada pelas pessoas por trás da carreira dele. As coisas chegam em ligações, mensagens”, continuou.

Ainda na entrevista, Najila também explica a foto em que ela aparece nua e que não teve sua autorização. A imagem foi tirada por Neymar, pouco antes dele deixar o quarto do hotel. “Lembro [de quando o Neymar sai do quarto]. Lembro porque foi na hora que ele bateu a foto. Tinha um corredor. Eu vi que ele estava saindo e pensei ‘ele já foi’. Foi a hora que saí do banho. Me sequei, nua, fui em direção à cama. Foi a hora que ele estava mexendo no frigobar, me empurrou e bateu a foto. Do meu corpo. Fez aquilo, sei lá, para mostrar para os amigos”, disse.

“Perguntei ‘o que é isso?’ e ele falou ‘te mando’. Nem ele lembra que me mandou. Ele viu que eu falei que tinha meu rosto, perguntei o que era aquilo. Ele me mandou minutos depois. Eu falei que ia ter volta. Naquele momento estava irada. Ele respondeu ‘não vai nada’ e riu. Ficou zombando da minha cara. Ele acho que ninguém ia descobrir, que ninguém ia acreditar em mim”, completou.

Por fim, a modelo afirma que não interessa o quanto ela sofra nesse caso, mas que irá provar a verdade. “Ele me expôs. Tinha um pedido de sigilo no inquérito. Não bastasse tudo que ele fez no quarto do hotel, ele me expôs de maneira ridícula. Ele já me atacou para sair ileso do que fez Ele levou tudo a público. Se ele era inocente, ele tinha que fazer isso por meios legais. Ele me expôs ao ridículo e queria que eu desistisse da minha luta. A verdade vai vir à tona, não importa quão mais eu sofra. Ele sabe o que fez comigo”, finalizou.