Esportes

Nadal e Serena colocam em dúvida suas participações nos Jogos Olímpicos de Tóquio


Um dia após a americana Serena Williams não garantir presença nos Jogos de Tóquio-2020, foi a vez nesta terça-feira do espanhol Rafael Nadal também colocar em dúvida a sua participação olímpica. Dono de duas medalhas de ouro – uma em simples em Pequim-2008 e outra nas duplas, ao lado de Marc López, no Rio-2016 -, ele preferiu não confirmar ainda se irá competir neste ano na capital do Japão por causa da pandemia do novo coronavírus.

+ Japão amplia estado de emergência até um mês antes do início dos Jogos Olímpicos
+ Prestigiado jornal do Japão pede o cancelamento dos Jogos Olímpicos de Tóquio
+ Associação médica do Japão pede Jogos Olímpicos de Tóquio-2020 sem público

“Eu ainda não sei. Sinceramente, não posso dar uma resposta porque não tenho clara essa parte do meu calendário. Em um mundo normal, por razão alguma eu perderia as Olimpíadas, é claro. Todo mundo sabe o quanto essa competição é importante para mim. Só que nas atuais circunstâncias, no entanto, não está claro para mim”, disse o atual número 3 do ranking da ATP, esperando ver o que acontece nos próximos meses.

Na segunda-feira, o tenista japonês Kei Nishikori também mostrou a sua preocupação e questionou a realização da competição entre os meses de julho e agosto. “Não sei nada sobre o que está acontecendo dentro do COI (Comitê Olímpico Internacional) e também não sei o que eles estão pensando. Não acho que seja fácil organizar bolhas para 10 mil atletas e a situação atual no Japão e nos arredores o mundo não é fácil”, afirmou.

As autoridades locais e o Comitê Organizador garantem que os Jogos Olímpicos e Paralímpicos acontecerão de forma segura e protegida, mas uma pesquisa realizada na semana passada apontou que 59% dos entrevistados querem o evento cancelado contra 39% defendendo que ele deveria acontecer. Vale lembrar que o público estrangeiro está vetado e que atletas e imprensa estarão submetidos a normas rígidas de controle para evitar a contaminação pela covid-19.

Já Serena, que marca seu retorno ao circuito profissional desde o final de fevereiro, quando jogou o Aberto da Austrália, declarou que não pretende ficar longe da filha Olympia. “Não pensei muito sobre isso. Não fiquei 24 horas longe dela, então isso responde por si só. Somos melhores amigas”, comentou a americana.

+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça

Veja também
+ Casamento de Ana Maria Braga chega ao fim após marido maltratar funcionários, diz colunista
+ Gracyanne Barbosa dança pole dance com novo visual
+ Nua, Cleo Pires exibe tatuagens em novos cliques
+ Gracyanne Barbosa dança pole dance com novo visual
+ Ex-parceiro de Cristiano Araújo é encontrado morto
+ Policial militar mata a tiros quatro pessoas em pizzaria de Porto Alegre
+ Sérgio Mallandro diz que atrapalhou sexo de Xuxa com Ayrton Senna
+ Mano Brown se irrita com possível acerto do Santos com volante do Corinthians: ‘Tá tirando’
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Após processar nora, mãe de Medina a acusa de ter destruído sua casa; veja fotos
+ Conheça a eficácia de cada vacina no combate à Covid-19
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Fondue de chocolate com frutas fácil de fazer
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago