Esportes

Nadador chinês Sun Yang terá nova audiência no CAS no fim de maio


A nova audiência no Tribunal Arbitral do Esporte (CAS) do nadador chinês Sun Yang, cuja suspensão de oito anos por doping foi anulada em dezembro pela justiça suíça, será realizada de 24 a 28 de maio, anunciou nesta quinta-feira o próprio CAS.

“Uma nova audiência acontecerá de 24 a 28 de maio de 2021. Levando em consideração as restrições de viagens e medidas sanitárias devido à pandemia de covid-19, essa audiência será realizada por videoconferência”, disse o CAS em seu comunicado.

O CAS havia suspendido o tricampeão olímpico em fevereiro de 2020, privando-o de participar dos Jogos de Tóquio, por ter destruído com golpes de martelo uma amostra obtida em um teste antidoping surpresa, em setembro de 2018.

No entanto, o Tribunal Federal Suíço, o órgão jurídico máximo do país, anulou a suspensão em dezembro passado por “parcialidade de um árbitro do CAS”.

A Justiça Federal, que não julgou o mérito da causa, aludiu aos tuítes racistas anti-chineses do presidente do grupo de juízes, o italiano Franco Frattini.

A suspensão de oito anos contra Sun Yang foi uma das decisões mais espetaculares do CAS por sua dureza e pela importância do atleta, que é uma grande estrela na China.

O nadadora, que já testou positivo para um estimulante em um exame em 2014, havia recorrido imediatamente da suspensão perante a justiça civil.

./jr/bvo/dr/aam

Veja também
+ Nicole Bahls já havia sido alertada sobre infidelidade do ex-marido
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ ‘Transo 15 vezes na semana’, diz Eduardo Costa ao revelar tratamento por vício em sexo
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago