Ediçao Da Semana

Nº 2742 - 12/08/22 Leia mais

A fabricante aeronáutica Embraer fechou na quarta-feira, 25, a primeira emissão de uma empresa brasileira após a posse de Donald Trump como presidente dos Estados Unidos. Ao levantar US$ 750 milhões, a empresa levou o total de captações de companhias locais no exterior para US$ 5,95 bilhões e mostrou que investidores estrangeiros seguem com apetite pelo risco brasileiro. A demanda pela oferta da Embraer superou em mais de cinco vezes o valor captado, apurou o Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado. A taxa de retorno foi de 5,4%.

Segundo fontes, Braskem, Cemig, Vale e Gerdau ainda devem acessar o mercado externo no começo deste ano. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.