Economia

Na expectativa para o Fed, bolsas asiáticas fecham sem direção única

As bolsas asiáticas fecharam sem direção única e com variações modestas nesta terça-feira, à medida que alguns investidores assumiram postura mais cautelosa antes do anúncio de política monetária do Federal Reserve, ainda que a expectativa seja a de que o banco central dos Estados Unidos permaneça “dovish”, isto é, favorável à manutenção de estímulos.

Na China, o índice Xangai Composto recuou 0,18% hoje, a 3.090,98 pontos, apagando parte do ganho de quase 2,5% do pregão anterior, mas o Shenzhen Composto, que é formado por empresas menores, subiu 0,18%, a 1.688,76 pontos.

Em Tóquio, o japonês Nikkei teve ligeira queda de 0,08%, a 21.566,85 pontos, influenciado pelo fraco desempenho de ações do setor varejista.

O Fed, como é conhecido o banco central americano, se reúne nesta terça e quarta-feira para rever sua política monetária. Espera-se que a instituição mantenha seus juros básicos na faixa atual de 2,25% a 2,50% e reduza projeções para futuros aumentos das taxas, assim como para o crescimento econômico dos EUA.

Analistas, porém, alertam que sempre há o risco de que o Fed seja menos “dovish” do que o esperado, o que tende a gerar cautela nos mercados financeiros.

Em outras partes da Ásia, o sul-coreano Kospi caiu 0,09% em Seul, a 2.177,62 pontos, e o Taiex ficou praticamente estável em Taiwan, com baixa marginal de 0,32 ponto – sem variação porcentual mensurável -, a 10.512,32 pontos, enquanto o Hang Seng avançou 0,19% em Hong Kong, a 29.466,28 pontos.

Também no radar continuam as negociações comerciais entre Estados Unidos e China, que podem demorar mais do que se previa para ser concluídas, e a questão do Brexit, como é conhecido o processo para que o Reino Unido se retire da União Europeia.

Na Oceania, a bolsa australiana ficou levemente no vermelho, após uma sessão volátil. O S&P/ASX 200 recuou 0,09% em Sydney, a 6.184,80 pontos, pressionado por ações financeiras e do setor farmacêutico. Com informações da Dow Jones Newswires.