Economia

Na Alemanha, PMI composto cai a 50,8 em janeiro, menor nível em 7 meses

O índice de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) composto da Alemanha, que engloba os setores industrial e de serviços, caiu de 52 em dezembro para 50,8 em janeiro, atingindo o menor nível em sete meses em meio à segunda onda de covid-19 no país, segundo dados preliminares divulgados nesta sexta-feira pela IHS Markit. Embora ainda aponte expansão da maior economia da Europa, o indicador se aproxima da marca de 50 que sugere estabilidade.

Apenas o PMI industrial alemão recuou de 58,3 em dezembro de 2020 para 57 em janeiro, tocando o menor patamar em quatro meses. O resultado ficou abaixo da expectativa de analistas consultados pelo The Wall Street Journal, que previam queda do indicador a 57,5.

Já o PMI de serviços da Alemanha diminuiu de 47 para 46,8 no mesmo período, mas a leitura ficou acima da projeção do mercado, que era de declínio a 45,5. A estimativa abaixo de 50, contudo, mostra contração no setor.


+ Rapper implanta diamante de R$ 128 milhões no rosto
+ PR: Jovem desaparecida é encontrada morta; namorado confessa crime
+ Galo bota ovos e surpreende moradores de Santa Catarina

Veja também

+ Aprenda a preparar o delicioso espaguete a carbonara
+ Vídeo: o passo a passo de como fazer ovo de Páscoa
+ Cientistas desvendam mistério das crateras gigantes da Sibéria
+ Sexo: saiba qual é a melhor posição de acordo com o seu signo
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Como fazer seu cabelo crescer mais rápido
+ Vem aí um novo megaiceberg da Antártida
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Os 4 signos mais psicopatas do zodíaco
+ Cataratas do Niágara congelam e as imagens são incríveis
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Editora estreia com o romance La Cucina, uma aventura gastronômia e erótica

Tópicos

Alemanha janeiro PMI