VARIEDADES

Munik vence ‘BBB16’ em edição protagonizada por Ana Paula

A goiana Munik Barbosa Nunes se tornou campeã do Big Brother Brasil 16 na noite desta terça-feira, 6, após derrotar a youtuber Maria Claudia. No encerramento da temporada, que estreou um novo sistema de votação, a vencedora do programa levou para casa R$ 1,5 milhão graças ao placar de 6 a 0 na final – ela ganhou a disputa em todas as regiões do Brasil pelo uso do aplicativo do BBB e também na soma de ligações e mensagens de texto: 65,09% a 34,91% no Norte, 51,58% a 48,42% no Nordeste, 74,03% a 25,97% no Centro-Oeste, 64,59% a 35,41% no Sudeste, 60,41% a 39,59% no Sul, e 53,83% a 46,17% nas ligações mais SMS.

Munik, de 19 anos, tornou-se a mais jovem vencedora do programa. A temporada de 2016, porém, foi protagonizada pelas polêmicas da Ana Paula, considerada favorita pelo público, mas acabou expulsa do programa no 47° dia porque deu dois tapas em Renan. Antes desse episódio, ela se fortaleceu no falso paredão, quando o público votou para que ela ficasse escondida 48 horas e retornasse ao jogo com imunidade para a eliminação seguinte. Mas tudo foi por água abaixo quando a participante, visivelmente embriagada durante uma festa, agrediu seu desafeto, o que resultou em sua desclassificação.

O estilo sem papas na língua rendeu a Ana Paula ásperas discussões com outros integrantes e até com a produção. Na mais famosa, a jornalista mandou aos berros que Laércio vestisse mais do que apenas uma bermuda para dormir: “Ninguém é obrigado a ver um velho nojento, fedido e pelado na cama”.

Laércio, por sua vez, foi outro que deu o que falar durante sua estadia no BBB16. O tatuador de 53 anos era acusado, principalmente por Ana Paula, de endereçar olhares constrangedores a algumas mulheres na casa e gerou controvérsia ao afirmar que era adepto da poligamia e que se relacionava simultaneamente com meninas de 16 e 17 anos. A situação dele perante o público piorou quando sua página no Facebook viralizou. Nela, Laércio publicou, antes de entrar no programa, fotos de adolescentes seminuas, além de curtir páginas de armas e supremacia racial. Não demorou mais que dois paredões para ele ser eliminado.

Mais discreta do que a aliada Ana Paula, porém mais ligada no jogo, Munik sobreviveu a três paredões e foi atravessando as semanas até chegar à final contra Maria Claudia, esta que, junto do namorado Matheus, era considerada neutra na disputa formada por dois grupos.

A média de audiência do último dia do BBB16 foi de 29,3 pontos na Grande São Paulo (cada ponto equivale a 69,4 mil domicílios), o que pode ser considerada uma vitória para a Rede Globo. O resultado está longe do recorde de 59 pontos alcançado pela primeira edição, que tinha o trunfo de contar com o ineditismo, mas a final temporada de 2015 conseguiu 25 pontos em média e a edição do ano retrasado apenas 23.

Tópicos

BBB16 final