Tecnologia & Meio ambiente

Mundo caminha para aquecimento ‘catastrófico’ no século XXI, diz secretário-geral da ONU

Mundo caminha para aquecimento ‘catastrófico’ no século XXI, diz secretário-geral da ONU

Chamas consomem ambos os lados do lago Berryessa durante o incêndio de Hennessey em Napa, Califórnia, em agosto de 2020 - AFP/Arquivos

O ano de 2020 foi o mais quente junto com 2016, confirmou a ONU nesta quinta-feira (14) e o mundo caminha para um “aumento catastrófico” do aquecimento neste século, afirma seu secretário-geral, Antonio Guterres.

De acordo com uma compilação de cinco grandes bases de dados internacionais realizada pela Organização Meteorológica Mundial (OMM), agência da ONU, 2020 iguala 2016 como o ano mais quente no mundo, tudo isso durante uma década de temperaturas recordes.

Este aquecimento recorde foi alcançado apesar do resfriamento causado no fim do ano pelo fenômeno oceânico natural La Niña. Já 2016 foi marcado por um forte episódio do El Niño, fenômeno oceânico natural que gera um aumento das temperaturas.

“É extraordinário que as temperaturas de 2020 tenham sido praticamente equivalentes às de 2016, quando nesse ano vivenciamos um dos maiores aquecimentos atribuídos ao El Niño”, destaca o secretário-geral da OMM, Petteri Taalas.

“Portanto, é evidente que a mudança climática induzida pelo homem é agora tão poderosa quanto a força da natureza”, acrescenta.


+ Grávida do quinto filho, influenciadora morre aos 36 anos
+ Após assassinar a esposa, marido usou cartão da vítima para fazer compras e viajar com amante

O episódio de La Niña, que começou no final de 2020, durará até meados deste ano. Seus efeitos costumam se acentuar em seus últimos meses, o que resta ver em qual medida o resfriamento produzido por La Niña poderia temporariamente frear a tendência geral ao aquecimento.

O ano 2020 terminou com 1,25°C acima do período pré-industrial “e vimos fenômenos meteorológicos sem precedentes em todas as regiões e todos os continentes”, destacou Antonio Guterres.

E alertou: “Estamos caminhando para um aumento catastrófico da temperatura de 3 a 5ºC no decorrer do século XXI”.

“Fazer as pazes com a natureza é a grande missão do nosso século. Deve ser a prioridade absoluta de cada um, em todo o mundo”, insistiu o chefe da ONU.

O Acordo de Paris tem como objetivo manter o aquecimento abaixo de +2°C, e se possível em +1,5°C. Segundo a OMM, há 20% de chances de que este aumento supere temporariamente os 1,5°C antes de 2024.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Cientista desvenda mistério do monstro do Lago Ness. Descubra!
+ 6 fotos em que o design de interiores do banheiro foi um fracasso total. Confira!
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel