Ediçao Da Semana

Nº 2741 - 05/08/22 Leia mais

As baterias do Rio Pro, etapa brasileira do Mundial de Surfe de 2022, foram adiadas pelo segundo dia consecutivo. Por conta do clima na Praia de Itaúna, em Saquarema, a WSL (Liga Mundial de Surfe) decidiu decretar “lay day”, que é quando o clima atrapalha a competição, fazendo com que o torneio seja paralisado.

Ventos marais (do mar para a terra) vindos de sudoeste fizeram as provas de sábado não serem realizadas. Neste domingo, além da corrente de ar, o dia amanheceu com chuva na Região dos Lagos, no Rio de Janeiro. A próxima chamada está marcada para segunda-feira, às 7h15 (de Brasília). A janela do Rio Pro vai até a próxima quinta.

As primeiras provas devem ser do masculino, que está nas oitavas de final. Oito brasileiros estão na disputa, incluindo o líder do ranking mundial Filipe Toledo, o atual campeão olímpico Ítalo Ferreira e o dono de uma nota 10.00 na última sexta-feira, Caio Ibelli.

+ Filipe Toledo segue líder da WSL: Confira o ranking mundial

No feminino, as baterias já estão nas semifinais e a brasileira Tatiana Weston-Webb briga pelo título. Ela enfrentará Carissa Moore, do Havaí, na busca por uma vaga na decisão.

MASCULINO – OITAVAS DE FINAL

1: Jack Robinson (AUS) x Mateus Herdy (BRA)
2: Caio Ibelli (BRA) x Samuel Pupo (BRA)
3: Ítalo Ferreira (BRA) x Michael Rodrigues (BRA)
4: Miguel Pupo (BRA) x Nat Young (EUA)
5: Filipe Toledo (BRA) x Miguel Tudela (PER)
6: Connor O’Leary (AUS) x Matthew McGillivray (AFR)
7: Ethan Ewing (AUS) x Yago Dora (BRA)
8: Callum Robson (AUS) x Jackson Baker (AUS)

FEMININO – SEMIFINAIS

1: Johanne Defay (FRA) x Gabriela Bryan (HAV)
2: Carissa Moore (HAV) x Tatiana Weston-Webb (BRA)