Geral

Mulher trans é morta após se negar a dividir lanche com morador de rua no Distrito Federal

Crédito: Reprodução/TV Globo

Juliana da Cruz Costa, de 33 anos, foi assassinada com um corte na jugular na noite da última quinta-feira (10). A vítima foi atacada por um morador de rua, no Distrito Federal.

A mulher fazia uma refeição no meio da rua, quando foi abordada pelo morador de rua que pediu um pedaço do lanche que ela comia. Juliana se recusou a dividir o alimento e foi atingida na clavícula esquerda com um golpe de faca.

Douglas Fernandes, delegado responsável pelo caso, revelou que Juliana também era moradora de rua e que trabalhava em estacionamentos da região. “A vítima estava com o companheiro. Eles faziam esse trabalho em troca de comida”, falou.

O suspeito está foragido desde o crime. Agentes da 3ª DP passaram por pontos em que o sem-teto poderia estar, mas não encontraram o acusado.


+ Atleta de Jiu Jitsu morre aos 30 anos de Covid 15 dias após perder o pai pela doença
+ Após ameaças, soldada da PM denuncia coronel por assédio sexual
+ Mulher morre após ingerir bebida alcoólica e comer 2 ovos



Veja também

+ Canadá anuncia primeira morte de pessoa vacinada com AstraZeneca no país
+ Yasmin Brunet comemora vitória de Gabriel Medina
+ Decifrado código dos Manuscritos do Mar Morto
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Receita de moqueca de peixe simples e deliciosa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS